Empresas Lucros e receitas da Starbucks no quarto trimestre superam previsões

Lucros e receitas da Starbucks no quarto trimestre superam previsões

O lucro por acção e o volume de negócios da norte-americana Starbucks foi superior ao esperado pelo consenso do mercado.
Lucros e receitas da Starbucks no quarto trimestre superam previsões
Bloomberg
Carla Pedro 03 de Novembro de 2016 às 21:02
A Starbucks reportou um lucro por acção (excluindo itens extraordinários) de 56 cêntimos no seu quarto trimestre fiscal, terminado a 2 de Outubro, quando os analistas projectavam 55 cêntimos em média.

Além disso, as receitas da maior operadora de cafetarias do mundo, sedeada em Seattle, aumentaram 16% face ao período homólogo do ano passado, para 5,71 mil milhões de dólares – superando também as estimativas do consenso de mercado, que apontavam para 5,69 mil milhões em média.

Esta melhoria dos resultados chega depois de a Starbucks ter trazido novidades recentemente, como as encomendas digitais e um novo programa de fidelização de clientes – o que fez aumentar as vendas.

"A empresa tem estado a impulsionar a facturação com novas tecnologias que aceleram o serviço nas cafetarias", salienta a Bloomberg. No ano passado, a Starbucks começou a disponibilizar encomendas e pagamentos por telemóvel nos seus cafés nos Estados Unidos, e está a expandir esse serviço para outras regiões, como a China. 

As acções da empresa seguem a disparar 4,7% para 54,20 dólares na negociação fora de horas em Nova Iorque. Isto depois de terem encerrado a sessão regular desta quinta-feira a ceder 2,28% para 51,77 dólares. No acumulado do ano, perdem 14%.



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub