Tecnologias Lucros da Yahoo mais do que duplicam

Lucros da Yahoo mais do que duplicam

Os lucros da Yahoo mais do que duplicaram no terceiro trimestre do ano. Os resultados superaram as estimativas dos analistas.
Lucros da Yahoo mais do que duplicam
Bloomberg
Alexandra Machado 18 de Outubro de 2016 às 22:00

A Yahoo teve lucros de 163 milhões de dólares (148 milhões de euros ao câmbio actual), ou 17 cêntimos por acção, o que compara com os 76 milhões de dólares um ano antes, superando as estimativas dos analistas. 

As receitas aumentaram para 1,31 mil milhões de dólares, face aos 1,23 mil milhões homólogos, o que, no entanto, em parte é explicado pela forma como são divulgadas as receitas. Excluindo o impacto desta mudança, as receitas teriam caído 15% para 1,05 mil milhões, ainda assim acima da projecção dos analistas que, segundo a Marketwatch, apontavam para receitas de 861 milhões de dólares.

De acordo com o comunicado, das receitas geradas pelo tráfego, num total de 1,25 mil milhões de dólares, 396 milhões já são geradas pelos serviços móveis, um crescimento de 46%. No computador, estas receitas atingiram 854 milhões de dólares, mas para um crescimento de 1,2%.

As receitas retirando o valor que é pago em comissões pelo tráfego cresceram para 448 milhões de dólares.

As acções da Yahoo, no "after market", subiram 1,3%.

A Yahoo está em processo de fusão com a Verizon, ainda que tenha sido noticiado recentemente que foram violadas contas de email de 500 milhões de utilizadores em 2014, o que poderá ter impacto material. Responsáveis da Verizon admitiram que essa falha poderia resultar na retirada da oferta de compra de 4,83 mil milhões de dólares. 

"Estou satisfeita com os resultados do terceiro trimestre. Neste trimestre lançámos vários novos produtos e mostrámos um sólido desempenho financeiro", declarou Marissa Mayer, presidente executiva da Yahoo, citada no comunicado de resultado, acrescentando que "além dos esforços continuados para fortalecer o nosso negócio, estamos muito ocupados a preparar a integração na Verizon. Continuamos muito confiantes, não apenas no valor do nosso negócio, mas também no valor que os produtos da Yahoo garantem às vidas dos seus utilizadores". 

(Notícia actualizada às 23:00 com mais informações)



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub