Empresas Luís Figo:"É muito fácil ser aldrabão em Portugal"

Luís Figo:"É muito fácil ser aldrabão em Portugal"

O ex-capitão da selecção nacional está amargurado com tudo o que se tem escrito sobre ele em relação aos casos Taguspark e BPN, e diz mesmo que não tem vontade de ter nada em Portugal. Quanto ao alegado pagamento de José Sócrates para o apoiar nas legislativas de 2009, reage: Se tivesse recebido era o primeiro a dizer! Não tinha nada a esconder, nem problemas em assumir que tinha recebido dinheiro. Essas coisas é que me revoltam, disse o ex-jogador em entrevista ao jornal Sol.
Negócios 15 de junho de 2012 às 11:19
As notícias sobre dinheiro e jogos de influência que envolveram Figo deixam-no revoltado. “Escreveu-se muita merda e eu já não tenho idade para suportar muitas destas coisas. Escreveram-se coisas que não são reais…. São coisas que magoam e sente-se a injustiça”, disse ao semanário o ex-craque que alinhou em Portugal, Espanha e Itália.

Figo, que se dedica agora à vida de empresário, diz que não tem vontade de investir em Portugal, país em que “há sempre alguma coisa que dificulta e que cria má imagem”. "Dá-me vontade de não ter nada aqui”, argumentou Luís Figo, que, no entanto, garantiu que "não há ninguém mais patriota do que eu, nem os quase 11 milhões de habitantes juntos gostam mais do meu país".

“Mas ao tentar produzir ou fazer algo de bom em Portugal, há sempre alguém a denegrir, a mandar abaixo, a acusar de estar ligado a isto e aquilo…. Porque é que vou estar com problemas se posso estar sossegadinho no meu sofá, com a minha família, em Madrid?”. questionou.


Já sobre o apoio a Sócrates, Figo assumiu ter recebido um convite para apoiar o ex-primeiro ministro, mas garante que nunca recebeu dinheiro. “Eu lá preciso de receber dinheiro do primeiro-ministro para o que quer que seja?”, indagou, acusando de seguida que o seu nome apareceu ligado ao caso Taguspark porque houve pessoas que o quiseram envolver, sem no entanto as identificar.

O ex-jogador que terminou a carreira no Inter de Milão disse que está desiludido com Sócrates, como estão todos os outros portugueses que nele votaram, pela situação que hoje o país vive.
No caso do BPN, em que ainda está à espera de receber 850 mil euros relativos a um contrato publicitário que fez para o banco, Luís Figo joga ao ataque. “Hoje em dia é muito fácil ser aldrabão em Portugal. Assina-se um contrato de imagem e por qualquer motivo não pagam e não assumem as responsabilidades. Se eu não pagar o meu financiamento ao banco, penhoram-me os bens. Não apontei uma pistola a ninguém para usarem a minha imagem”, rematou.

A sua opinião134
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado joao 17.06.2012

és dos maiores vigaristas ... Tu com o BPN , o Socrates a Fundação etc... é só vigarices .

comentários mais recentes
O senhor Figo, procurando branquear factos do seu 30.06.2012


O senhor Luís Figo garantiu que, cito : "não há ninguém mais patriota do que eu, nem os quase 11 milhões de habitantes juntos gostam mais do meu país".

Curioso !

Não irei falar de Sócrates, nem se recebeu ou não dinheiro, nem do Taguspark.

É extremamente curioso que este senhor afirme que "nem todos os portugueses juntos conseguem ser mais patriotas do que ele".

Sempre me ensinaram, desde pequeno, que nos devemos afirmar pelo exemplo e não por meras palavras, que em português vernáculo, se poderão traduzir por um mero blá ! blá ! blá ! blá ! blá !.
A boa memória é sempre útil, face a pessoas, como este senhor, que procuram ser refractárias a factos do seu passado e, pior do que isso, pretendem levar os outros por parvos.

Os portugueses recordam-se ainda claramente que, sendo treinador da selecção portuguesa de futebol Scolari, este técnico convocou o senhor Figo para integrar a "equipa de todos nós".
Porém, o senhor Figo recusou, apresentando como argumento que tinha decidido "arrumar as chuteiras e pôr um fim à sua carreira de jogador".

Qual não foi o espanto de todos os portugueses, quando este cavalheiro, passado, suponho, mais ou menos, um mês, assina um contrato para ir jogar pelo Inter ... !

Ou seja, negou representar o seu país, aquele que lhe deu notoriedade e fama, no início da sua carreira e que deve ser a maior honra desejada por qualquer jogador, para, em contrapartida e mentindo rotundamente aos portugueses, ir para Itália rechear a sua conta bancária com mais uns milhões de euros.

Se é a isto que este senhor chama patriotismo, então teremos que ir a todos os dicionários e alterar o conceito de patriotismo.

Em matéria de ética, este senhor tem, pois, muito pouco para falar.

Melhor !

Será bem preferível que se mantenha silencioso e não venha para a comunicação social alardear qualidades que, de todo, não tem !
Há uma que ele tem e de sobejo : é ser hipócrita !

Que fique por Espanha, de preferência para sempre, a gerir os seus euros, que é aquilo de que verdadeiramente gosta, e se deixe de reclamar por patriotismos vazios, cujo amor troca facilmente pela moeda única.

P.S. - NÃO É SEM MOTIVO QUE, EM ESPANHA, É CONHECIDO PELO "PESETERO", designação baseada na anterior moeda espanhola, a peseta.

dhalsim 18.06.2012

Todos têm direito à sua opinião, tanto qualquer leitor aqui como o próprio Luís Figo poderiam ser acusados de calúnias, enfim
Sócrates também projectou o nome de Portugal no estrangeiro e foi benéfico em que sentido? Não me lembro de nada que ele tenha feito em Portugal que tenha sido benéfico

Anónimo 18.06.2012

Consulto este fórum cada vez menos. E cada vez menos será porque só leio insultos. É um "mimo" dedicado a todos, da esquerda à direita, sejam quem for o personagem e o assunto, o comentário insultuoso é a marca da casa. Neste caso, acho que Luís Figo não merece ser insultado. É uma personagem pública com méritos inegáveis no desporto, projectou o nome de Portugal no exterior e merece respeito. Os que aqui o insultam, que mérito possuem? O que fizeram/fazem na vida de relevante? Se tem algum motivo de queixa sobre algo hipoteticamente ilegal, porque não o denunciam à polícia em vez de o insultarem a coberto do anonimato? Não me parece que a qualidade deste fórum seja benéfica para o JdN.

dhalsim 17.06.2012

Foste lesado não foi? Senão não vinhas chorar oh vigarista

ver mais comentários
pub