Empresas Luz Saúde conclui compra do British Hospital

Luz Saúde conclui compra do British Hospital

A empresa liderada por Isabel Vaz fechou a compra do grupo British Hospital após ter obtido luz verde pela Autoridade da Concorrência.
Luz Saúde conclui compra do British Hospital
Miguel Baltazar/Negócios
A Luz Saúde fechou a compra do British Hospital, após a Autoridade da Concorrência no início de Julho ter declarado que não se opunha ao negócio.
"A Luz Saúde informa que concretizou a transacção referida, passando o Grupo British Hospital a integrar o grupo Luz Saúde", pode-se ler no comunicado divulgado pela empresa esta sexta-feira, 21 de Julho, na CMVM.

"Esta aquisição, agora concluída, vem reforçar a estratégia da Luz Saúde de alarga mento e diferenciação da sua oferta em cuidados de saúde, constituindo um novo passo na consolidação da Rede Hospital da Luz e da sua missão de alcançar os melhores resultados de saúde para os seus clientes", diz a empresa liderada por Isabel Vaz.

Foi a 31 de Maio que a Luz Saúde anunciou a compra do British Hospital. O valor do negócio não foi revelado pela empresa detida pela seguradora Fidelidade que é detida por sua vez pela chinesa Fosun.

Com esta aquisição, a Luz Saúde passa a deter um total de 22 unidades de saúde, entre hospitais, clínicas e residências sénior, "que cobrem grande parte do território nacional e asseguram a prestação de cuidados integrados e diferenciados de saúde, num compromisso assumido ao longo da totalidade do ciclo de tratamento dos seus clientes".

O British Hospital Torres de Lisboa é a unidade de saúde de maior dimensão do grupo British Hospital, com 46 camas, 3 salas de bloco e 34 gabinetes de consulta. Segundo o comunicado, este hospital realizou em 2016 cerca de 75 mil consultas e 4.400 cirurgias.

A Luz Saúde pertence ao grupo segurador Fidelidade desde 2014, tendo sido comprada após a queda do Grupo Espírito Santo, depois de um processo em que houve quatro interessados na aquisição do grupo que detém o Hospital da Luz.  

Já o British Hospital, que pertencia à ex-SLN, foi uma sociedade que escapou à insolvência da Galilei. O principal activo é o hospital localizado nas Torres de Lisboa, "dispondo de 46 camas, 3 salas de bloco e 34 gabinetes de consulta", segundo o comunicado da Luz Saúde. "No exercício de 2016, este hospital realizou cerca 75.000 consultas e 4.400 cirurgias", acrescenta o documento.



A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 4 semanas

na china o governo chinês impõe uma copropriadade de 50% máxima para os estrangeiros que queiram investir no País ... cá no burgo a porta está grande aberta ao investimento do governo comunista chinês da qual o risco de mais tarde ter o pé em cima da cabeça dos portugueses

pub
pub
pub
pub