Banca & Finanças Luz verde do BCE é a última barreira à entrada da Fosun no BCP
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Luz verde do BCE é a última barreira à entrada da Fosun no BCP

Depois dos grandes accionistas do BCP terem estendido a passadeira à entrada da Fosun no banco, falta o aval do supervisor. Grupo chinês já passou no crivo do Banco Central Europeu, que autorizou a Fosun a comprar um banco alemão.
Luz verde do BCE é a última barreira à entrada da Fosun no BCP
Miguel Baltazar/Negócios
Maria João Gago 19 de Outubro de 2016 às 00:01

O aval do Banco Central Europeu é a última barreira que a Fosun tem de ultrapassar para poder entrar no capital do BCP. Depois de os quatro maiores accionistas terem estendido a passadeira ao grupo chinês, falta apenas a luz verde

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado JCG Há 2 semanas

Bom, que nos valha o BCE. Espero que recuse liminarmente esta operação e obrigue o BCP a fazer um aumento de K, se o mesmo for necessário, de acordo com a transparência e as boas regras do mercado de capitais.

Já que as manadas de entidades, supervisores e e um raio que os parta nacionais são completamente inúteis e negligentes ou estão absolutamente corrompidos.

Se os 4 maiores acionistas querem qu entrem os chineses que lhes vendam das suas ações.

comentários mais recentes
Anónimo Há 2 semanas

num país onde os grandes corruptos são os supervisores os acionistas qualificados e o grande CEO do bcp, o que se pode fazer com gente desta, isto é o principio do fim.

J. SILVA Há 2 semanas

O BCE aprova , quase de certeza, a entrada da FOSUN. Se os pequenos/médios Acc. estivessem organizados estas decisões não passavam na AG. De acordo com o site do BCP os detentores entre 0 e 5000 000 de acções representam 39% do capital. A maioria serão portugueses e particulares.

JCG Há 2 semanas

Bom, que nos valha o BCE. Espero que recuse liminarmente esta operação e obrigue o BCP a fazer um aumento de K, se o mesmo for necessário, de acordo com a transparência e as boas regras do mercado de capitais.

Já que as manadas de entidades, supervisores e e um raio que os parta nacionais são completamente inúteis e negligentes ou estão absolutamente corrompidos.

Se os 4 maiores acionistas querem qu entrem os chineses que lhes vendam das suas ações.

Ao que isto chegou Há 2 semanas

Que bos_ta é esta? Portugal não manda? Os portugueses não acordam? Já não há revolucionários? Vamos ser comidos de cebolada?

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub