Indústria Maior fábrica de cigarros de França encerra e deixa 327 pessoas sem emprego

Maior fábrica de cigarros de França encerra e deixa 327 pessoas sem emprego

A Seita, fornecedora de marcas como a Gauloises e a Lucky Strike, vai deslocalizar a produção para a Polónia.
Maior fábrica de cigarros de França encerra e deixa 327 pessoas sem emprego
Diogo Ferreira Nunes 14 de abril de 2014 às 15:42

A maior fábrica de cigarros de França vai encerrar. Segundo o Le Fígaro, a Seita, empresa que produz cigarros para marcas como a Gauloises e a Lucky Strike, vai deslocalizar a produção para a Polónia.

 

Há 327 trabalhadores que vão para o desemprego, revelou fonte próxima do processo ao Le Fígaro. A Seita foi constituída no século XVII para gerir o monopólio do tabaco e apenas foi privatizada pelo Estado francês em 1995. A fábrica que agora vai encerrar é responsável por fabricar 12,2 mil milhões de cigarros por ano.

 

A actual detentora da Seita, Imperial Tobacco, tem a decorrer um plano de cortes de 385 milhões de euros até 2018, segundo o Le Fígaro. Para amanhã está marcada uma reunião extraordinária entre a Imperial Tobacco e os trabalhadores da Seita. 

 

 




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 14.04.2014

Foi noticia a semana passada que uma empresa do mesmo ramo no norte da Europa(Holanda) da marca Moris suponho que tambem ia fechar e vai lancar para o desemprego com trabalho indirecto incluido um total de 2000 trabalhadores.Tal como no vinho,os fieis a estes prazeres estao a desaparecer.

comentários mais recentes
Claudio D'Amato 15.04.2014

Quem vai ajudar estes desempregados? Os membros da mídia antitabagista? Se eu tivesse fose um dos que perdeu o emprego, iria pedir dinheiro deles.. "Satisfeito(a)? Agora ajude-me!?"

Anónimo 14.04.2014

Foi noticia a semana passada que uma empresa do mesmo ramo no norte da Europa(Holanda) da marca Moris suponho que tambem ia fechar e vai lancar para o desemprego com trabalho indirecto incluido um total de 2000 trabalhadores.Tal como no vinho,os fieis a estes prazeres estao a desaparecer.

Saraiva14 14.04.2014

Lindo!...Mas como é tabaco,....não faz mal!

pub