Imobiliário Mapa: Portugal em destaque na subida dos preços das casas na Europa

Mapa: Portugal em destaque na subida dos preços das casas na Europa

A subida recorde nos preços das casas em Portugal no primeiro trimestre coloca o país em destaque no mapa europeu da evolução dos preços. Veja as variações em todos os países.
Nuno Carregueiro 22 de julho de 2017 às 15:00

Os preços das casas em Portugal aumentaram 7,9% no primeiro trimestre face ao mesmo período do ano passado, o que representa a subida mais acentuada desde que estes dados são recolhidos pelo INE.

 

A subida recorde coloca Portugal em destaque no panorama europeu, como é perceptível no mapa em cima, que foi elaborado com base nos dados que o Eurostat publicou esta semana.

 

Entre países da Zona Euro, apenas a Lituânia (10,2%), Letónia (10,1%) e Irlanda (8,9%) registaram aumentos mais pronunciados. Tendo em conta todos os países da União Europeia, estados como a República Checa e a Bulgária também registaram aumentos superiores.

 

Na comparação com os três últimos meses do ano passado, os preços das casas em Portugal aumentaram 2,1%, o que também representa um dos crescimentos mais elevados entre os países da Zona Euro.

 

Em média, nos países que partilham a moeda europeia os preços das casas aumentaram 4% no primeiro trimestre, pelo que preços das casas em Portugal estão a crescer praticamente ao dobro do ritmo registado pelos países do euro.

 

Apesar do recorde registado no primeiro trimestre, a tendência de forte subida dos preços das casas não é de agora. Desde o primeiro trimestre do ano passado o aumento homólogo dos preços é superior a 6%.  

A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 18 horas

Bolha, só se for em Lisboa e Porto. Em todos os outros países europeus com maiores aumentos, nenhum é governado por "xuxialistas".

Anónimo Há 21 horas

Está a formar-se uma bolha imobiliária? Ela já está formada há tempo e vai rebentar!

O imobiliário está ao rubro! Há 1 dia

Está a formar-se uma bolha imobiliária! No Porto é ver as casas a subir desalmadamente! Pedir 150 mil euros por um T 0 é o canudo! Vender tijolos a este preço é de bradar aos céus! Quanto rebentar a bolha, quem comprou a estes preços exorbitantes, fica com as beiças a arder se quiser um dia vender!

Bruno Há 1 dia

Pronto, sr. jornalista, como o forte aumento tambem se verifcou nos trimestres anteriores, entao podemos estar descansados... O que o leitor quer saber é: o aumento é excessivo? Se sim, devemos preocupar-nos? Se não, então a noticia nao tem qualquer interesse. Eu estaria mais inclinado para o "sim"

ver mais comentários
pub