Transportes Mapa: Seis mil táxis em direcção a Lisboa. Conheça 17 pontos de passagem

Mapa: Seis mil táxis em direcção a Lisboa. Conheça 17 pontos de passagem

O dia de protesto dos taxistas arranca cedo, com a concentração às sete da manhã no Parque das Nações. As principais vias de Lisboa, muitas com obras a decorrer, vão receber o protesto. Veja o mapa com os principais pontos de passagem.
Mapa: Seis mil táxis em direcção a Lisboa. Conheça 17 pontos de passagem
Bruno Simão
Wilson Ledo 09 de outubro de 2016 às 09:00
A manifestação que promete paralizar Lisboa é já esta segunda-feira. São esperados mais de seis mil carros, vindos também do Norte e Algarve, num número que representa metade da frota nacional. A marcha é "lenta" e promete causar transtorno numa Lisboa com o trânsito já sobrecarregado pelas obras.

Aeroporto, Avenida Almirante Gago Coutinho, Campo Grande, Saldanha, Marquês de Pombal, Restauradores, Rossio, Cais do Sodré, São Bento. Não há vértice fundamental para o trânsito lisboeta que não seja afectado. O conselho para quem tem de apanhar avião é ir de metro. Está já reforçada a segurança na rua com a PSP e até o secretário de Estado do Ambiente, José Mendes, que tem sido alvo de algumas ameaças, está sobre vigilância mais apertada. Ao Negócios, a Uber garantiu não ter planeada qualquer acção promocional para este dia, lembrando que a "segurança de todos" será a sua "principal prioridade".

Entre os pontos da cidade por onde vão passar os taxistas, o Negócios seleccionou 17, que pode ver no mapa em baixo.


Trajecto:

1 - Expo

Praça José Queirós

Av. Dr. Francisco Luis Gomes

2 - Av. de Berlim

3 - Aeroporto

4 - Rotunda do Relógio

5 - Av. Almirante Gago Coutinho

6 - Av. Estados Unidos da América

7 - Campo Grande

8 - Av. da República

9 - Saldanha

10 - Marquês de Pombal

Restauradores

11 - Rossio

12 - Rua do Ouro

13 - Rua do Arsenal

14 - Cais do Sodré

15 - Av. 24 de Julho

16 - Rua D. Carlos I

Rua de S. Bento

17 - Assembleia da República



A sua opinião39
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Paulo A Correia Há 1 semana

A Uber e os seus motoristas agradecem a greve dos Táxis e esperam que dure bastante tempo. It's good for the business

comentários mais recentes
Montrond Há 1 semana

"Taxistas só abandonam parlamento com compromisso escrito"... Estamos perante uma ameaça de sequestro do Parlamento, como aconteceu em 1975? Manifestem livremente, desde que não perturbem a ordem pública e, - muito importante! - que não belisquem o funcionamento normal da nossa Assembleia da República!

Anónimo Há 1 semana

Já sabia que os maiores ladrões, vestem fato e gravata, mas hoje tive a certeza. Então não é que saiu hoje num jornal, que os maiores ladrões do aeroporto, expulsos dos taxis(autocoop), por terem sido apanhados a roubar os clientes, estão agora a trabalhar de gravata, para a uber. Quem diria...

12000 e um Há 1 semana

MOTIVO DA MANIFESTAÇÃO DOS TAXISTAS: - Os taxis apenas pedem duas coisas muito simples. Que se faça cumprir a lei e Direitos e Deveres, iguais, para todos os operadores de transportes ligeiros de passageiros(taxis, uber, cabify, etc). É o que se pretende! 10 de Outubro de 2016. "TODOS A LISBOA!"

joaoaviador Há 1 semana

Se Lisboa falasse diria "melhor que os parem antes que me parem a mim". Mas parece que Lisboa não fala ou será apenas porque não a ouvem? Continuam a gozar com a malta e em nome da democracia!

ver mais comentários
pub