Transportes Mapa: Seis mil táxis em direcção a Lisboa. Conheça 17 pontos de passagem

Mapa: Seis mil táxis em direcção a Lisboa. Conheça 17 pontos de passagem

O dia de protesto dos taxistas arranca cedo, com a concentração às sete da manhã no Parque das Nações. As principais vias de Lisboa, muitas com obras a decorrer, vão receber o protesto. Veja o mapa com os principais pontos de passagem.
Mapa: Seis mil táxis em direcção a Lisboa. Conheça 17 pontos de passagem
Bruno Simão
Wilson Ledo 09 de Outubro de 2016 às 09:00
A manifestação que promete paralizar Lisboa é já esta segunda-feira. São esperados mais de seis mil carros, vindos também do Norte e Algarve, num número que representa metade da frota nacional. A marcha é "lenta" e promete causar transtorno numa Lisboa com o trânsito já sobrecarregado pelas obras.

Aeroporto, Avenida Almirante Gago Coutinho, Campo Grande, Saldanha, Marquês de Pombal, Restauradores, Rossio, Cais do Sodré, São Bento. Não há vértice fundamental para o trânsito lisboeta que não seja afectado. O conselho para quem tem de apanhar avião é ir de metro. Está já reforçada a segurança na rua com a PSP e até o secretário de Estado do Ambiente, José Mendes, que tem sido alvo de algumas ameaças, está sobre vigilância mais apertada. Ao Negócios, a Uber garantiu não ter planeada qualquer acção promocional para este dia, lembrando que a "segurança de todos" será a sua "principal prioridade".

Entre os pontos da cidade por onde vão passar os taxistas, o Negócios seleccionou 17, que pode ver no mapa em baixo.


Trajecto:

1 - Expo

Praça José Queirós

Av. Dr. Francisco Luis Gomes

2 - Av. de Berlim

3 - Aeroporto

4 - Rotunda do Relógio

5 - Av. Almirante Gago Coutinho

6 - Av. Estados Unidos da América

7 - Campo Grande

8 - Av. da República

9 - Saldanha

10 - Marquês de Pombal

Restauradores

11 - Rossio

12 - Rua do Ouro

13 - Rua do Arsenal

14 - Cais do Sodré

15 - Av. 24 de Julho

16 - Rua D. Carlos I

Rua de S. Bento

17 - Assembleia da República



A sua opinião39
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Paulo A Correia 09.10.2016

A Uber e os seus motoristas agradecem a greve dos Táxis e esperam que dure bastante tempo. It's good for the business

comentários mais recentes
Montrond 10.10.2016

"Taxistas só abandonam parlamento com compromisso escrito"... Estamos perante uma ameaça de sequestro do Parlamento, como aconteceu em 1975? Manifestem livremente, desde que não perturbem a ordem pública e, - muito importante! - que não belisquem o funcionamento normal da nossa Assembleia da República!

Anónimo 10.10.2016

Já sabia que os maiores ladrões, vestem fato e gravata, mas hoje tive a certeza. Então não é que saiu hoje num jornal, que os maiores ladrões do aeroporto, expulsos dos taxis(autocoop), por terem sido apanhados a roubar os clientes, estão agora a trabalhar de gravata, para a uber. Quem diria...

12000 e um 10.10.2016

MOTIVO DA MANIFESTAÇÃO DOS TAXISTAS: - Os taxis apenas pedem duas coisas muito simples. Que se faça cumprir a lei e Direitos e Deveres, iguais, para todos os operadores de transportes ligeiros de passageiros(taxis, uber, cabify, etc). É o que se pretende! 10 de Outubro de 2016. "TODOS A LISBOA!"

joaoaviador 10.10.2016

Se Lisboa falasse diria "melhor que os parem antes que me parem a mim". Mas parece que Lisboa não fala ou será apenas porque não a ouvem? Continuam a gozar com a malta e em nome da democracia!

Resposta de ABCDEF1a joaoaviador 10.10.2016

Será que isto é democracia?

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub