Empresas Marcelo condecorou Soares dos Santos, empresário de "responsabilidade social" e servidor da comunidade

Marcelo condecorou Soares dos Santos, empresário de "responsabilidade social" e servidor da comunidade

O Presidente da República condecorou hoje o empresário Alexandre Soares dos Santos, destacando o seu lado de "responsabilidade social" e o papel como servidor da comunidade.
Marcelo condecorou Soares dos Santos, empresário de "responsabilidade social" e servidor da comunidade
Presidência da República
Negócios 20 de abril de 2017 às 17:41

"O ser empresário nos dias de hoje significa capacidade de liderança, visão prospetiva, definição estratégica mas, mais que isso, responsabilidade social", afirmou Marcelo Rebelo de Sousa, que falava no Palácio de Belém na cerimónia onde condecorou Soares dos Santos com a Grã-Cruz da Ordem do Mérito Empresarial.

 

O chefe de Estado valorizou o papel da Fundação Francisco Manuel dos Santos, a que Soares dos Santos preside, e destacou também a Fundação Oceano Azul, também por este liderada e à qual o anterior executivo PSD/CDS-PP atribuiu em Julho de 2015 a concessão do Oceanário de Lisboa por um período de 30 anos.

 

"Esta aventura do estudo, pesquisa dos oceanos, constitui a última fronteira de um sonho que tem muito a ver com o ser-se empresário e servir o país", continuou Marcelo de Sousa.

 

A Ordem do Mérito Empresarial destina-se a distinguir "quem haja prestado, como empresário ou trabalhador, serviços relevantes no fomento ou na valorização de um sector económico".

 

Numa curta intervenção, Alexandre Soares dos Santos disse que como "bom cristão" gosta de "ajudar os outros" sempre que pode, e, ladeado pela família mais próxima, garantiu a Marcelo: "Pode sempre contar connosco, senhor Presidente".

 

O empresário esteve até 2013 à frente da Jerónimo Martins, proprietária, por exemplo, do Pingo Doce.

 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub