Agricultura e Pescas Marcelo incentiva regresso à agricultura

Marcelo incentiva regresso à agricultura

O Presidente da República disse na quinta-feira que a aposta na agricultura assegura o futuro do país, defendendo que os produtores são "heróis anónimos" ao contribuírem para a riqueza nacional.
Marcelo incentiva regresso à agricultura
Bruno Simão/Negócios
Lusa 11 de Novembro de 2016 às 00:43

"Já toda a gente percebeu a importância da agricultura e o regresso à terra só dá razão àqueles que sempre estiveram ligados à terra a produzir com qualidade e com a preocupação de se associarem", afirmou Marcelo Rebelo de Sousa num jantar com produtores e exportadores de pera rocha em Pragança, Cadaval.

 

Para o chefe de Estado, apostar na agricultura é "construir o futuro do país". Nesse sentido, elogiou o papel dos agricultores enquanto "heróis anónimos", "não só por criarem riqueza, como também por contribuírem para a economia", com o investimento e a exportação de produtos para todo o mundo.

 

Dando o exemplo da pera rocha, sublinhou que é o produto hortofrutícola com maior saldo positivo na balança comercial, é vendida em mais de 20 países, tem uma produção de 200 mil toneladas, cinco mil produtores e 10 mil hectares de pomares, o que permite "gerar milhares de postos de trabalho".

 

Para Marcelo Rebelo de Sousa, que admitiu gostar de pera rocha, "valeu a pena e vale a pena" a produção associar-se para tornar o sector mais competitivo.




A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 3 semanas

Os agricultores trabalham no duro de sol a sol, e são menosprezados pelos nossos Governantes, os subsídios os "parcelares" de 500 euros são pagos tardiamente e por duas vezes. Não se admite que o Governo esteja a se servir deste, dinheiro...

Pedro Há 4 semanas

Qualquer dia estará a dizer como dizia o António: " Os Portugueses terão de aprender a viver naturalmente."!
LOL!LOL!LOL!

jcg Há 4 semanas

Então como hoje em dia a nova agricultura apela à injeção de conhecimento científico de ponta, sugiro ao PR que faça um roteiro pelas escolas superiores e profissionais com cursos ligados à agricultura e relacionados para ver e mostrar o que andam a fazer. Pouco ressoa; estou curioso.

00SEVEN Há 4 semanas

O pior é que muitos dos campos que serviam para a agricultura estão antolhados de blocos de cimento a fingir de apartamentos!
Uma vez ouvi a defunta que Deus tem chamada Maria de Lurdes Pintassilgo dizer no Pierre Hotel situado na 5ª avenida que "tinha feito uma viagem pelo norte e que tinha descoberto que o futuro do país estava no artesanato".
Já passaram uns bons pares de anos e ainda estou à espera que a profecia se concretize!

ver mais comentários
pub