Prémios exportação & Internacionalização MDS nasceu no universo Sonae e segura o mundo a partir do Porto

MDS nasceu no universo Sonae e segura o mundo a partir do Porto

Criada em 1984 como corretora cativa do grupo Sonae, a MDS tornou-se uma multinacional na área da corretagem de seguros. Líder em Portugal e terceira no Brasil, participa no capital da maior operadora independente do mundo, lidera a gigante Brokerslink e investe agora forte em Espanha.
MDS nasceu no universo Sonae e segura o mundo a partir do Porto
Paulo Duarte/Negócios
Rui Neves 18 de Outubro de 2016 às 11:46
Qual é a coisa qual é ela que não é um banco nem uma seguradora, é maioritariamente portuguesa, tem sede no Porto e é a maior empresa nacional do sector financeiro a nível mundial, tornando-se verdadeiramente global? Chama-se MDS, pertence ao grupo Sonae e ganhou o estatuto de colosso internacional na área da corretagem de seguro, resseguro e consultoria de risco.

Foi em 1984 que a Sonae criou a MDS - Sociedade Mediadora de Seguros, corretora cativa para a gestão dos seus seguros internos. Mas foi só na viragem de século que o "braço" segurador da Sonae se vira para o mercado e começa a internacionalizar-se. Viria então a investir, em menos de uma década, cerca de 70 milhões de euros em aquisições.

O grande salto em frente aconteceu logo em 2002, com a compra de 45% da Lazam, terceiro maior "broker" brasileiro e um dos principais da América Latina. Sete anos depois, o grupo Suzano compra 49,9% da MDS, SGPS -a Sonae recebe 47 milhões de euros em "cash" e a MDS fica com 100% da Lazam.

A empresa liderada por José Manuel Dias da Fonseca tinha entretanto adquirido 32,12% da gigante mundial britânica Cooper gay Swett & Crawford (actual ED) por 35 milhões de euros - foi a maior operação de uma empresa portuguesa do sector dos seguros no estrangeiro. Já em 2013, a Sonae encaixa 12 milhões de euros com a venda parcial da sua participação, reduzindo a sua posição no maior "broker" independente do mundo para 9,72%.

Maior seta em Espanha

Antes, em 2005, a MDS chegou à liderança do sector em Portugal após comprar ao grupo Amorim a Unibroker e a Becim. No ano anterior, tinha fundado no Porto a Brokerslink, que começou por ser uma rede informal de quatro corretoras independentes e que viria a torna-se uma das maiores organizações globais de corretores e serviços de consultoria de risco.

Sediada em Zurique e presidida por Dias da Fonseca, a Brokerslink está presente em mais de 90 países, com cerca de 400 escritórios e totalizando cerca de 100 mil profissionais. A MDS está ainda directamente presente em Angola, desde 2013. Em Portugal, a MDS fechou 2015 com receitas de 50 milhões de euros e prémios intermediados de 500 milhões, empregando cerca de 600 pessoas de 10 nacionalidades.
cotacao O "braço" segurador da Sonae, que se tornou um gigante global na corretagem de seguros, acaba de adquirir 35% da operação espanhola da francesa Filhet-Allard.
Já esta segunda-feira, a MDS anunciou a aquisição de uma participação de 35% no capital na operação espanhola da francesa Filhet-Allard, dando origem à Filhet-Allard MDS. Sem revelar o valor da aquisição, o grupo português garante que esta operação representa "o maior investimento se sempre" de um grupo português no sector dos seguros em Espanha.

Uma operação que "confere à MDS uma verdadeira presença ibérica, criando uma plataforma eficaz para crescer no mercado espanhol, mas também para estabelecer pontes para a América Latina", realça o CEO do grupo MDS.

No âmbito da parceria estabelecida no país vizinho, a carteira da MDS em Espanha é integrada na nova Filhet-Allard MDS, que actuará nas áreas de corretagem de seguros, consultoria e gestão de riscos e "employee benefits".

Ao Negócios, Dias da Fonseca prometeu que a MDS vai permanecer na rota das compras: "Continuamos atentos a oportunidades de aquisição", rematou.





A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 19.10.2016

MDS nasceu no universo Sonae e segura o mundo a partir do Porto


SRA. JORNALISTAS,
SERIA BOM SE PROCURASSEM QUAIS A DÍVIDAS ÁS COMPANHIAS DE SEGUROS!

Anónimo 18.10.2016

Este indígena das 13.55,não deve andar bom dos miolos.Coisas sem nexo lá vai dizendo algumas!Para iniciar porque não um XANAX?

Anónimo 18.10.2016


Os ladrões de esquerda


PS . BE . PCP - são uns PHILHOS DE PHU TA que xupam o sangue ao POVO...

para dar mais dinheiro e privilégios aos FP & CGA.


Anónimo 18.10.2016

A SONAE SGPS é um colossal,tem no seu universo empresas que lhe dão uma grande projeção a nível mundial!O seu percurso em bolsa não traduz este potencial!Aguardaremos por melhores dias.

pub
pub
pub
pub