Media Media Capital aumenta lucro semestral para 8,3 milhões

Media Capital aumenta lucro semestral para 8,3 milhões

A dona da TVI, que vai ser comprada pela Altice, registou uma subida de 13% nos lucros, mesmo com uma quebra nas receitas de publicidade.
A carregar o vídeo ...
Wilson Ledo 27 de julho de 2017 às 17:44

O grupo Media Capital, dono da TVI, fechou o primeiro semestre com lucros de 8,3 milhões de euros, uma subida de 13%.

Já o lucro antes de impostos, juros, amortizações e depreciações (EBITDA) registou uma melhoria de 1%, para os 17,3 milhões de euros, "beneficiando do esforço de redução de custos".


A explicação é dada esta quinta-feira, 27 de Julho, no relatório entregue à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).


A contribuir para o resultado total está a redução dos gastos operacionais em 9%, dos 68 para os 61,7 milhões de euros.


O grupo de Media registou receitas de 79 milhões de euros, uma quebra de 7% face ao primeiro semestre de 2016. A maior fatia, de 65,3 milhões, vem da televisão, que segue ao mesmo ritmo. A quebra mais acentuada é nas receitas da produção audiovisual: 44% para os 12,5 milhões.


Entre Janeiro e Junho, as receitas de publicidade recuaram 5%, influenciadas sobretudo pelos primeiros três meses do ano: foram de 57,1 milhões.


O negócio da televisão – com uma audiência global de 24,4% - registou um EBITDA de 15,1 milhões de euros, mais 3% que os 14,7 milhões do primeiro semestre de 2016. Aqui há uma quebra de 6% nas receitas de publicidade, para os 47 milhões.


Já o negócio das rádios – onde se integram a Comercial, a M80, a Cidade ou a Smooth – fechou Junho com um EBITDA de 2,6 milhões de euros, uma quebra homóloga de 1%. Isto apesar de um aumento nas receitas da publicidade de 5%, para os 8,8 milhões de euros.

O grupo Media Capital aumentou também a dívida em 7,4 milhões de euros face a Dezembro de 2016, situando o indicador nos 105,5 milhões.


Estes são os primeiros resultados conhecidos desde que os franceses da Altice, dona da operadora de telecomunicações Meo, confirmaram que vão comprar os 95%  da espanhola Prisa na Media Capital por 440 milhões de euros, empresa liderada por Rosa Cullell (na foto).

(Notícia actualizada às 18:15 com mais informação)




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub