Transportes Metro do Porto com recorde de 30,5 milhões de passageiros

Metro do Porto com recorde de 30,5 milhões de passageiros

Entre Janeiro e Junho, o número de passageiros aumentou 5%. A linha entre Santo Ovídio e o Hospital de São João é a preferida. Números positivos numa altura em que se prepara a subconcessão para o período entre 2018 e 2025.
Metro do Porto com recorde de 30,5 milhões de passageiros
Paulo Duarte/Negócios
Wilson Ledo 21 de julho de 2017 às 13:33

O Metro do Porto transportou 30,5 milhões de passageiros nos primeiros seis meses de 2017. O valor anunciado pela empresa esta sexta-feira, 21 de Julho, representa uma subida de quase 5%.

"Trata-se do melhor semestre de sempre para a empresa", considera a Metro do Porto, informando que ultrapassou, pela primeira vez, a barreira dos 50 mil clientes.


De Janeiro a Junho a procura aumentou entre 2 e 12%, conforme o mês. Excepção feita para Abril, que revela decréscimo, devido ao período de férias da Páscoa.


A linha amarela, entre Santo Ovídio e o Hospital de São João, assegura a preferência, com 9,2 milhões de clientes transportados. A Metro do Porto destaca ainda o crescimento homólogo de quase 18% da linha violeta, entre o Aeroporto Francisco Sá Carneiro e o Estádio do Dragão.


São números positivos que ajudam a justificar que mais de duas dezenas de empresas já tenham procurado informação sobre o concurso para a subconcessão do metro do Porto. Como escreveu o Negócios, o presidente da empresa pública, Jorge Delgado, espera que pelo menos meia dúzia apresente proposta.


A subconcessão da operação e manutenção da rede do Metro do Porto para o período 2018-2025 custará um máximo de 311,1 milhões de euros, segundo uma portaria publicada em Julho.


A Metro do Porto está também preparada para lançar a concurso o projecto para a expansão da rede, estando a aguardar autorização das Finanças. A intenção é de que  a obra seja lançada ainda em 2018, permitindo que novas linhas estejam a funcionar em 2022.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Turismo, vai continuar a crescer ;-) 21.07.2017

O Turismo está a ajudar em todas as frentes, construção, alojamento local, hotéis, cafés, restaurantes, super mercados, aluguer de carros, transportes, serviços de turismo...

P. 21.07.2017

E mesmo assim insistem em só por uma carruagem em circulação
Mas o pessoal que anda nos metros de Srº Matosinhos e ISMAI/Campanhã ja se habituaram a ser sardinhas enlatadas!

pub
pub
pub
pub