Energia Mexia: Portgas vai ser vendida por mais de 500 milhões

Mexia: Portgas vai ser vendida por mais de 500 milhões

A venda da gasista portuguesa deverá ser anunciada até final de Abril, avançou o presidente da EDP em entrevista à Bloomberg.
Mexia: Portgas vai ser vendida por mais de 500 milhões
Miguel Baltazar/Negócios
André Cabrita-Mendes 13 de março de 2017 às 15:43
A EDP está a concluir a venda da empresa de distribuição de gás natural Portgas. O negócio deverá ficar concluído até ao final de Abril e ficar fechado por um valor "acima" dos 500 milhões de euros.

A venda da Portgas está agora na ronda final, conforme revelou o presidente executivo do grupo EDP, António Mexia, em entrevista à agência Bloomberg esta segunda-feira, 13 de Março.

O presidente executivo da EDP também abordou a Naturgas. "Ainda não tomámos nenhuma decisão. Estamos a acompanhar o que se passa no mercado espanhol com muito interesse. Mas estamos sempre abertos a oportunidades para remodelar oportunidades".

Recuando até ao dia da apresentação de resultados, António Mexia previa que a venda da Portgas estivesse concluída até ao final do primeiro semestre.

"Sim, há propostas e esperamos ter a operação concluída no primeiro semestre", disse o líder da EDP ao Negócios à margem da apresentação no dia 3 de Março.

Na altura, António Mexia destacou que  este negócio "não muda a natureza da companhia", que continua a apostar tanto na electricidade como no gás natural e que este é um "momento certo para fazer transacções".

Este negócio acontece num momento em que os fundos de investimento e de pensões procuram investir nestes activos pois garantem um rendimento certo. Recorde-se que em 2016 a japonesa Marubeni comprou 22,5% da Galp Gás Natural Distribuição por 138 milhões.

Já a eventual venda da Naturgas tem estado a ser bastante noticiada em Espanha, com a imprensa a avançar que a eléctrica pode estar disposta a vender a gasista Naturgas se surgir uma proposta interessante. Fontes consultadas pelo jornal El Economista apontavam que a EDP poderia encaixar um valor acima de 2.000 milhões de euros com a alienação.

Em Espanha, o EBITDA da actividade de gás regulado ascendeu aos 159 milhões de euros em 2016, menos 89 milhões face a 2015. Já em Portugal, o EBITDA da actividade de distribuição de gás, ascendeu aos 52 milhões de euros em 2016, mais 6 milhões face a 2015.

No dia da apresentação de resultados anuais no início de Março, o presidente da EDP garantiu que a venda da Portgas e uma eventual alienação da Naturgas não representam um desinvestimento da EDP no mercado do gás.

"Não. No que diz respeito à Portgas, no Dia dos Investidores dissemos que queríamos vender um activo considerado não estratégico, que é a parte regulada do gás, os clientes continuam a ser nossos", afirmou António Mexia. 

(Notícia actualizada às 20:11 com as declarações de António Mexia sobre a Naturgas)



A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
EDP barata Há 2 semanas

Amanhã a EDP » upa upa

pertinaz Há 2 semanas

É O QUE DÁ O ENDIVIDAMENTO EXCESSIVO

pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub