Tecnologias Microsoft com receitas e lucros acima do esperado

Microsoft com receitas e lucros acima do esperado

O negócio de armazenamento de dados na cloud ajudou a compensar a desilusão das vendas na área de computação pessoal e de equipamentos de telefonia móvel.
Microsoft com receitas e lucros acima do esperado
Microsoft
Paulo Zacarias Gomes 21 de Outubro de 2016 às 00:15

Os lucros e as vendas do primeiro trimestre fiscal de 2017 da Microsoft ficaram acima do esperado pelos analistas, sustentados pela procura de serviços e software de alojamento em cloud.


O resultado líquido da actividade no trimestre terminado a 30 de Setembro ficou em 5,98 mil milhões de dólares (ou 76 cêntimos por acção, quando os analistas estimavam 68 cêntimos) enquanto as vendas se cifraram em 22,3 mil milhões, mais do que os 21,7 mil milhões esperados.


Entre os negócios que permitiram reforçar as receitas esteve o dos serviços de nuvem da Azure (mais do que duplicaram), ajudando a compensar a desilusão de vendas de computadores pessoais (caíram 2%) e de telefones móveis.


"A nuvem está a crescer de forma significativa e a Azure representa um aumento de novas receitas," afirmou à Bloomberg Mark Moerdler,da Sanford C. Bernstein & Co.


"Esta transição para a cloud representa a maior oportunidade de mercado que vimos em muitos, muitos anos", refere Amy Hood, a directora financeira da tecnológica, no comunicado que apresenta as contas do trimestre.


Depois de terem encerrado a sessão a cair 0,49% para 57,25 dólares, as acções da Microsoft ganham 5,55% no período de pós-negociação, para 60,42 dólares.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub