Telecomunicações Miguel Almeida confirma aumento dos preços entre 4% e 5% na Nos

Miguel Almeida confirma aumento dos preços entre 4% e 5% na Nos

O presidente executivo da Nos confirmou esta quarta-feira o aumento dos preços da Nos. E sublinhou que a operadora vai continuar a adicionar clientes, “mas não à mesma velocidade”.
Miguel Almeida confirma aumento dos preços entre 4% e 5% na Nos
Sara Ribeiro 16 de Novembro de 2016 às 18:53

A operadora Nos vai aumentar entre 4% e 5% os preços a partir de Dezembro. A confirmação foi dada por Miguel Almeida, presidente executivo da Nos, esta quarta-feira durante uma conferência promovida pelo Morgan Stanley em Barcelona, segundo a Bloomberg. Fonte oficial da operadora acrescenta ao Negócios que esse valor é em alguns segmentos específicos, mas que o "impacto médio é metade, de 2 a 2,5%".

Miguel Almeida disse que este aumento vai afectar "o fluxo de clientes". E sublinhou que a operadora vai continuar a conquistar novos consumidores, "mas não à mesma velocidade do passado".

Na terça-feira, Mário Vaz, presidente executivo da Vodafone, também já tinha comentado o aumento de preços no sector, no seguimento do acordo de partilha de conteúdos desportivos.

Ao Negócios, o gestor referiu que "neste trimestre é prematuro avaliar o impacto", dos custos com o futebol. No entanto, relembrou que "estes acordos foram celebrados não apenas para a época em curso, com início no Verão, mas também para as próximas épocas pelo que os inevitáveis impactos far-se-ão sentir de forma mais relevante em todos os operadores subscritores dos mesmos no futuro".

No final o ano passado, as operadoras iniciaram uma ‘batalha’ por conteúdos desportivos, que levou a acordos milionários com os clubes de futebol. Depois da Nos ter fechado acordo com o Benfica, com o Sporting e com mais oito clubes da I Liga e a Meo com o FC Porto, surgiram logo alertas para um eventual aumento dos preços dos líderes das operadoras rivais e dos analistas.

Depois da actualização dos preços no início deste ano em cerca de 4%, como costuma acontecer, as operadoras decidiram aumentar novamente os valores, antecipando em alguns meses a subida anual dos tarifários.

A primeira a dar este passo foi a Vodafone, no final de Agosto. A operadora aumentou em 7,4% o seu pacote de televisão, internet e telefone fixo. A oferta passou de 26,9 para 28,9 euros.

A Meo aumentou este mês o preço das suas ofertas em 2,5%, em média, e a Nos prepara-se para aumentar no próximo mês.

Estas subidas deverão substituir as actualizações dos preços no início de 2017, segundo as operadoras.

Porque foram aumentados agora os preços nos pacotes de televisão?





(Notícia actualizada às 20:25 com informação de fonte oficial da Nos)




A sua opinião22
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Skizy 16.11.2016

bear market em bolsa.
ainda mais com 4 novos canais em sinal aberto na TDT. Ides ter sorte ides!

comentários mais recentes
Anónimo Há 2 semanas

Fraud!

Anónimo Há 2 semanas

A mim a NOS aumentou-me... aliás, passou a roubar-me mais 3,50 € / mês, dos 53,80 € passei para 57,30 €!!

Anónimo Há 2 semanas

Se todos os clientes suspenderem o serviço...pelo menos até os tarifários serem justos...!!!

Anónimo Há 2 semanas

Tive em Janeiro de 2016 um aumento de 1 Euro e agora em Dezembro + 2 Euros o que no meu pacote NOS. corresponde a um aumento de 11,54% em 2016 ( 4,14%+7,4%). Na loja disseram-me que era da inflação, ridículo.
Para além de despropositado este aumento por ser tão diferenciado é pouco transparente.

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub