Banca & Finanças Montepio com novo accionista? "Não tenho o dom da adivinhação", diz Tomás Correia

Montepio com novo accionista? "Não tenho o dom da adivinhação", diz Tomás Correia

António Tomás Correia defende que, para já, não há qualquer plano para a abertura do capital da caixa económica do Montepio. Mas qualquer novo accionista dependerá sempre da luz verde da dona, a associação mutualista.
Montepio com novo accionista? "Não tenho o dom da adivinhação", diz Tomás Correia
Diogo Cavaleiro 14 de março de 2017 às 16:32

A caixa económica do Montepio não está a abrir o seu capital. A garantia é do presidente da dona do banco, a associação mutualista. No futuro, não há certezas.

 

"Não tenho o dom da adivinhação", ressalvou António Tomás Correia na conferência de imprensa que marcou depois da notícia do Público que indica que as contas consolidadas do grupo mostram capitais próprios negativos de 107 milhões de euros.

 

Tomás Correia deixou uma garantia: "O que posso dizer é que novos accionistas ou parceiros dependem da vontade e do querer da associação mutualista".

 

A caixa económica do Montepio está em processo de transformação em sociedade anónima, o que faz com que o capital possa vir a ser alienado. O regime jurídico das caixas económicas abre a porta a que entrem accionistas desde que a mutualista mantenha a maioria do capital.

 

O presidente da associação adianta que o tema "nunca" foi discutido mas  admitiu que "pode" sê-lo. Tomás Correia admitiu que, havendo uma uma oportunidade de organização na economia social, poderá ser repensada essa questão, dizendo contudo que não há nada em cima da mesa.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub