Banca & Finanças Montepio lucra 13 milhões no semestre

Montepio lucra 13 milhões no semestre

O resultado reflectiu o aumento dos proveitos bancários e a redução de custos. Os depósitos tiveram melhoria residual face ao final de Março, mas o banco ainda não recuperou das saídas de recursos do primeiro trimestre.
A carregar o vídeo ...
Maria João Gago 26 de julho de 2017 às 18:34

A Caixa Económica Montepio Geral lucrou 13 milhões de euros nos primeiros seis meses do ano, face a prejuízos de 67,6 milhões de euros no final de Junho de 2016. A recuperação dos resultados foi possível graças ao aumento dos proveitos bancários e à redução dos custos e das imparidades, de acordo com o comunicado divulgado pela instituição esta quarta-feira, 26 de Julho, no site da CMVM.

 

A margem financeira cresceu 28,3%, para 143,3 milhões, reflectindo "a redução dos custos de financiamento, nomeadamente do custo dos depósitos a prazo e o aumento dos rendimentos da carteira de títulos", esclarece a nota do banco. Já as comissões subiram 19,5%, para 55,2 milhões, beneficiando do "impacto favorável da adequação do preçário e da maior dinâmica de negócio".

 

Estes desempenhos, bem como o aumento dos resultados em operações financeiras, suportado nas mais-valias com a venda de dívida pública, permitiram que o produto bancário totalizasse 248,6 milhões, uma subida homóloga de 28,3%.


Já os custos recuaram 25,35%, para 137,2 milhões, reflectindo o fim do processo de reestruturação que, no ano passado, levou à saída de colaboradores. Também as imparidades de crédito e as restantes provisões caíram, respectivamente 26% e 22,4%.

Depósitos recuperam, mas pouco

 

Em termos de actividade, tanto o crédito como os depósitos de clientes recuaram em termos homólogos. A carteira de financiamento caiu 2,9%, para 14,89 mil milhões, enquanto as poupanças de clientes recuaram 5,5%, para 11,63 mil milhões.

 

Ainda assim, houve recuperação de depósitos face às saídas de quase 900 milhões de euros de depósitos verificada nos primeiros três meses do ano, numa altura em que o Montepio esteve sob a pressão das exigências de solidez e da situação financeira do seu accionista único, a Associação Mutualista Montepio Geral. No entanto, o crescimento face ao final de Março foi de apenas 36 milhões, ou seja, de 0,31%.

(Notícia actualizada às 18:40)



A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
AMANHÃ BCP A 0,28€ .... É a VIDA 26.07.2017



AI TANTA DOR AMANHÃ PARA OS RESSABIADOS DO MILENIUM BCP

BCP AMANHÃ CAI -- LHES OS CORNOS 26.07.2017





AQUELES QUE HOJE ANDAM A MARRAR O BCP 2% PARA BAIXO AMANHÃ COM OS SEU SUPER RESULTADOS VÃO VÊ -- LO SUBIR 8 % PARA CIMA ATÉ OS CORNOS LHES VÃO CAIR E VÃO PASSAR o FIM DE SEMANA ENCHARCADOS EM XANAXES

pub
pub
pub
pub