Banca & Finanças Montepio: Novo código continua na gaveta
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Montepio: Novo código continua na gaveta

O regime das caixas económicas, em vigor desde 2015, obriga à passagem do Montepio a sociedade anónima. O Código das Mutualistas, que afecta a casa-mãe, aguarda publicação.
Montepio: Novo código continua na gaveta
Bruno Simão
Diogo Cavaleiro 23 de Novembro de 2016 às 00:01

As associações mutualistas portuguesas continuam sem estar sob o olhar de um supervisor, permanecendo apenas na tutela do Ministério do Trabalho e da Segurança Social. O Código das Associações Mutualistas,

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
José Pereira Há 2 semanas

Segundo a Lei de Bases da Economia Social, o novo Código das Associações Mutualistas deveria ter sido aprovado até ao dia 6 de dezembro de 2013. Já lá vão quase três anos e outros tantos governos. Porque ainda não saiu? De quem é a culpa? O governo que responda! As mutualidades querem saber!

Alberto Há 2 semanas

As associações mutualistas estão, há anos, sob a supervisão da Direção Geral da Segurança Social. Tem havido supervisão, que deveria ser mais ativa, sem perder a sua especificidade, delegada ou não noutra entidade, como têm defendido as mutualidades (não confundir com mútuas de seguros).

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub