Media Netflix fez a primeira compra: banda desenhada

Netflix fez a primeira compra: banda desenhada

A Millarworld tem histórias como “Kick-Ass” ou “Kingsman” no seu catálogo. A Netflix é agora a nova dona e tem planos para transformar conteúdos da editora em conteúdos próprios.
Netflix fez a primeira compra: banda desenhada
DR
Wilson Ledo 08 de agosto de 2017 às 12:27

É a primeira compra de sempre da Netflix, plataforma norte-americana de transmissão de conteúdos. A escolha recaiu sobre uma companhia escocesa de banda desenhada, a Millarworld.

A editora, fundada por Mark Millar há 15 anos, tem no seu catálogo histórias como "Kick-Ass", "Kingsman" ou "Old Man Logan".


Para o seu fundador, esta é a terceira maior operação do género, depois da Warner Bros ter comprado a DC Comics em 1968 e de a Disney ter adquirido a Marvel já em 2009. Foi precisamente pela Marvel que Mark Millar passou antes de criar o seu negócio.


A aposta da Netflix demonstra uma intenção em deter a propriedade das histórias que se transformam depois em séries ou filmes próprios. Após o negócio, a Millarworld vai continuar a desenvolver novos conteúdos.


"Estamos ansiosos por criar novos originais da Netflix de várias marcas diferentes, bem como novas histórias de super-heróis, anti-heróis, fantasia, ficção científica e terror que Mark e a sua equipa vão continuar a criar e publicar", reagiu Ted Sarandos, responsável de conteúdos do serviço de "streaming" com mais de 100 milhões de utilizadores.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub