Media New York Times reduz a metade notícias de acesso gratuito

New York Times reduz a metade notícias de acesso gratuito

O histórico jornal quer fazer mais receitas com os conteúdos subscritos e criar um mecanismo dinâmico de artigos gratuitos, que varie de acordo com a natureza do leitor.
New York Times reduz a metade notícias de acesso gratuito
DR/Haxorjoe
Negócios 01 de dezembro de 2017 às 20:53
O jornal norte-americano New York Times reduziu, de dez para cinco, o número de artigos de acesso gratuito durante um mês, numa tentativa de rentabilizar os seus conteúdos e aumentar o número de assinantes.

Segundo a Reuters, o periódico quer, além do corte realizado esta sexta-feira, 1 de Dezembro, estabelecer um limite de artigos gratuitos mais dinâmico, que varia de acordo com a forma como é feito o acesso ao site e os hábitos de leitura dos utilizadores não-subscritores.

Além de pretender aumentar a receita obtida junto dos leitores, a publicação quer ainda manter esta como a principal fonte de financiamento, acima dos rendimentos obtidos através da publicidade, área em que as receitas caíram 9% em termos homólogos de Julho a Setembro.

No terceiro trimestre, o The New York Times tinha 3,5 milhões de subscrições, o valor mais elevado da história do periódico. O objectivo é quase triplicar e chegar aos 10 milhões. 



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar