Automóvel No futuro o dono de um Jaguar pode só ter o volante

No futuro o dono de um Jaguar pode só ter o volante

Marca apresentou o Future-Type Concept, a sua visão de como os carros serão em 2040. Uma das apostas é que o dono possa comprar apenas o volante, e partilhar o carro propriamente dito com outros proprietários.
A carregar o vídeo ...
Negócios 09 de setembro de 2017 às 10:30
2040 ainda vem longe, mas a Jaguar está apostada em adivinhar o que serão os automóveis do futuro. De acordo com o Future-Type Concept, divulgado agora, os carros serão muito diferentes a partir de 2040, e a marca levanta um conceito em que um dono de um Jaguar pode nem sequer comprar o carro, apenas o volante, chamado Sayer.

O Future-Type é, naturalmente, eléctrico, e funcionará em modo de condução autónoma, ou seja, anda sozinho pelas estradas. Mas a Jaguar não quer retirar aos seus clientes o prazer de conduzir, pelo que existe também essa possibilidade. A maior curiosidade é outra: no futuro, quem quiser conduzir um Jaguar pode não precisar de comprar o carro, limita-se a comprar o volante. Este, carregado de tecnologia, fica na posse do condutor, e servirá como um verdadeiro centro de tecnologia, com música, imagens, enfim, um computador do futuro em forma de guiador, também em casa.

Será através deste volante que o cliente chama o seu Jaguar, que pode ser partilhado entre a rede de "membros Jaguar". Chamado, o carro vem sozinho ter com o condutor, totalmente carregado. Terminada a viagem, o cliente retira o volante e leva-o com ele, e o automóvel vai ter com o próximo membro.

É um exercício, para já, que busca ir ao encontro do que a marca entende que os clientes quererão no futuro: mobilidade eléctrica e flexível, possibilidade de condução autónoma ou manual, e que o automóvel seja mais do que um meio de transporte, permitindo aos passageiros o convívio pelo caminho.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 1 semana

Excelente ideia! Assim os problemas que alguns carros novos da Land Rover / Jaguar têm, vão passando de mão em mão! Assim, se tiver o azar de comprar um carro novo a estrear mas com problemas que a Land Rover/Jaguar prefere ignorar, como está a acontecer actualmente em Portugal e noutros países (Brasil desde 2016 por exemplo), fica-lhe o consolo de poder passar o carro a outro...desgraçado!

comentários mais recentes
Anónimo Há 1 semana

Excelente ideia! Assim os problemas que alguns carros novos da Land Rover / Jaguar têm, vão passando de mão em mão! Assim, se tiver o azar de comprar um carro novo a estrear mas com problemas que a Land Rover/Jaguar prefere ignorar, como está a acontecer actualmente em Portugal e noutros países (Brasil desde 2016 por exemplo), fica-lhe o consolo de poder passar o carro a outro...desgraçado!

pub