Tecnologias Nokia compra finlandesa Comptel por 347 milhões de euros

Nokia compra finlandesa Comptel por 347 milhões de euros

A Nokia comunicou ao mercado a sua intenção de comprar a também finlandesa Comptel por 347 milhões de euros. A Comptel é especialista na construção de soluções de comunicação de dados para operadoras móveis. As acções da Comptel disparam 30%.
Nokia compra finlandesa Comptel por 347 milhões de euros
Bloomberg
Ana Laranjeiro 09 de fevereiro de 2017 às 14:03

A Nokia, fabricante de equipamentos de telecomunicações, revelou esta quinta-feira, 9 de Fevereiro, que comprou a também finlandesa Comptel. Para isso a Nokia vai desembolsar 347 milhões de euros, o que se traduz no pagamento de 3,04 euros por acção, de acordo com a Bloomberg.

A Comptel é uma empresa que ajuda as operadoras a gerirem as suas redes. A TechCrunch aponta ainda que o software desenvolvido por esta empresa é usado por mais de 300 operadores em mais de 90 países e processa 20% dos dados móveis mundiais usados diariamente. A Comptel tem uma presença significativa em mercados em desenvolvimento, não tendo por exemplo clientes na América do Norte, de acordo com a mesma fonte.

A Reuters acrescenta que, tanto a Nokia com as suas rivais Ericsson e Huawei, têm enfrentado algumas dificuldades recentemente, isto numa altura em que há um crescimento da procura por equipamentos móveis 4G e faltam ainda alguns anos para a implementação das redes da próxima geração, 5G.


A Comptel registou vendas de 100 milhões de euros em 2016.

"Os operadores hoje estão a tentar passar de empresas de comunicações tradicionais para fornecedores de serviços digitais", disse Bhaskar Gorti, líder da unidade de Aplicações e Analítico (Applications & Analytics) da Nokia, em conferência de imprensa, citado pela Bloomberg. "A Nokia e a Comptel acreditam fortemente que, em conjunto, podem ajudar os clientes na sua transformação".

Mika Metsala, analista da FIM, citado pela Reuters, avança que a Comptel "pode enfraquecer seriamente a rede de vendas da Nokia". "Isto está a tornar-se um negócio de software. Tal como em muitos negócios, o valor acrescentado vai ser criado através do software, não do hardware".


As acções da Nokia avança por esta altura 1,58% para 4,618 euros na bolsa de Helsínquia. Por sua vez, os títulos da Comptel disparam 30,08% para 3,07 euros.


A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
investidor1 09.02.2017

https://goo.gl/forms/3f25LE6Qekr0VWo22

Obrigado.

pub