PME Norgarante leva digitalização e inovação a Serralves
PME

Norgarante leva digitalização e inovação a Serralves

Os fóruns da sociedade de garantia mútua estão de regresso com o tema da Indústria 4.0. Confira o calendário, que passa pelo Porto, Viseu, São João da Madeira e Braga.
Norgarante leva digitalização e inovação a Serralves
Paulo Duarte/Negócios
António Larguesa 11 de Outubro de 2016 às 19:14

A digitalização da economia portuguesa e a inovação como factor de criação de valor para as empresas são os dois temas que vão estar em destaque na quinta edição dos Fóruns Norgarante. A primeira sessão está agendada para a tarde de sexta-feira, 14 de Outubro, na Fundação de Serralves, no Porto, sendo esperados 200 participantes.

 

Esta iniciativa, realizada anualmente pela sociedade de garantia mútua que opera nas regiões Norte e Centro, vai passar também por outras três cidades no mês seguinte: Viseu (Pousada) no dia 3, São João da Madeira (Casa da Criatividade) no dia 17 e Braga (Colunata de Eventos, no Bom Jesus) a 29 de Novembro.

 

Segundo a informação partilhada pela Norgarante, estes quatro fóruns têm um tema comum – "Portugal 4.0 - Rede de Inovação" –, mas todas as sessões terão "intervenientes diferentes, de acordo com o contexto económico local". "O propósito é obter no final um mosaico de opiniões e experiências sobre a forma como as empresas das regiões mais exportadoras do país estão a enfrentar os desafios e oportunidades da Indústria 4.0", acrescenta na mesma nota.

 

A Norgarante, que é presidida por Teresa Duarte, é uma das quatro sociedades operacionais do Sistema Nacional de Garantia Mútua, a par da Lisgarante (com sede em Lisboa) e da Garval (em Santarém) – estas três primeiras foram criadas em 2003 –, e da Agrogarante, que surgiu quatro anos mais tarde, destinada a apoiar em específico o sector agrícola.

 

Na primeira edição de 2016, que arranca às 16:30 em Serralves, o debate será lançado pelo presidente da Agência Nacional de Inovação, José Carlos Caldeira. No painel participam Ana Jogo Mendes, directora de projectos da COTEC Portugal; Paula Dias, CEO da Elastomer Solutions; Clara Gonçalves, directora executiva do UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto; Celeste Hagatong, administradora do BPI; e Manuel Luís Martins, que lidera o grupo Woodone, que mobila escolas e hospitais no Golfo.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub