Energia Norte chumba gasoduto da REN no Douro

Norte chumba gasoduto da REN no Douro

A protecção da paisagem do Alto Douro Vinhateiro, reconhecida como património mundial pela UNESCO, é o motivo para o chumbo. Ainda falta outro parecer para que a Agência Portuguesa do Ambiente possa tomar a decisão final.
Norte chumba gasoduto da REN no Douro
Bloomberg
Negócios 23 de agosto de 2017 às 09:54

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Região Norte (CCDRN) chumbou o projecto para o gasoduto que a REN pretende construir com passagem pelo Douro, escreve o jornal Público desta quarta-feira, 23 de Agosto.

O gasoduto com ligação entre Celorico e Vale de Frades rasgaria, numa extensão de 35 quilómetros, a paisagem do Alto Douro Vinhateiro, reconhecida como património mundial pela UNESCO.


A CCDRN considera que o gasoduto iria criar uma "cicatriz" nos concelhos da Meda, Foz Côa, Moncorvo e Alfândega da Fé, acrescenta o Público. A intenção seria uma ligação à rede de gás espanhola.


O Público explica que falta ainda o parecer da Direcção-Geral do Património Cultural – que chega em Setembro - para que a Agência Portuguesa do Ambiente possa decidir se realiza o estudo de impacto ambiental indispensável ao licenciamento da obra. Contudo, os sinais recolhidos até agora apontam para que a obra não avance.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub