Telecomunicações Nos investe 1,5 milhões em novo “data center” em Carnaxide

Nos investe 1,5 milhões em novo “data center” em Carnaxide

Com a abertura do Imopolis II em Carnaxide, a operadora deixará de utilizar três dos espaços que tinha alugados em Lisboa para o mesmo fim. Nos próximos dias, também a norte será inaugurado um “data center”.
Nos investe 1,5 milhões em novo “data center” em Carnaxide
Wilson Ledo 08 de fevereiro de 2018 às 13:33

A operadora de telecomunicações Nos investiu 1,5 milhões de euros na construção de um novo centro de armazenamento de dados ("data center") em Carnaxide. O anúncio foi feito esta quinta-feira, 8 de Fevereiro.

A Nos conta actualmente com seis "data centers" em Portugal. Com a abertura do Imopolis II, deixará de utilizar as áreas que aluga na SIBS, em Picoas e no Edifício América, em Lisboa, para o mesmo fim. A transferência de dados está já a acontecer.


Tendo em conta a tendência de diminuição de tamanho na tecnologia, o novo "data center" conta com 188 espaços de armazenamento ("racks"), podendo ser criados outros 96. A intenção da Nos é concentrar este serviço, em Lisboa, no Imopolis I e no Imopolis II.


Nos próximos dias, sabe o Negócios, deverá abrir um novo "data center" da Nos a norte, em Riba de Ave. Em sentido contrário, deixarão de ser utilizadas as instalações de Campanhã. Ao todo, serão dois "data centers" a norte e dois a sul.


Lembrando o carácter "modular" destes novos centros de armazenamento de dados, com uma gestão mais remota e menos custos energéticos, Jorge Graça, administrador e responsável da área de tecnologia da Nos, traçou como objectivo "aumentar a capacidade anual até 50% até ao final do ano".


O Imopolis II demorou seis meses a construir, depois de no final de 2016 se ter notado que estava a ser atingido o limite energético do vizinho Imopolis I, agora com 18 anos. No novo "data center" estão presentes "maioritariamente clientes internos de apoio aos negócios da Nos", informou Jorge Graça.


Segundo o responsável, a Nos investe 10 milhões de euros por ano no seu parque de "data centers".




pub