Media Nos renova patrocínio à Liga de Futebol por mais três anos

Nos renova patrocínio à Liga de Futebol por mais três anos

A operadora e a Liga Portuguesa de Futebol renovaram o acordo de exclusividade de patrocínio à Liga de Futebol até à época 2020/2021. Os valores do investimento não foram divulgados.
Nos renova patrocínio à Liga de Futebol por mais três anos
Bruno Simão
Sara Ribeiro 26 de julho de 2017 às 13:51

A Nos renovou o patrocínio à Liga de Futebol portuguesa por mais três anos. O acordo de exclusividade do patrocínio foi assinado esta quarta-feira,26 de Julho, com a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP).

Os valores do contrato não foram divulgados, mas Ana Paula Marques, administradora da Nos, garantiu que é uma parceria que deixa ambas as partes "satisfeitas".

Desde Fevereiro de 2015 que a Nos dá o nome à liga portuguesa de futebol, um passo considerado por Ana Paula Marques como "histórico", comentou durante a conferência de imprensa que marcou a assinatura da renovação da parceria.

"Estamos conscientes de que o futebol é um grande tema para os portugueses" e, por essas razões, a operadora quer manter esta "ligação dentro e fora do relvado".

Quanto ao balanço da parceria, a Nos garante que é "francamente positivo", uma vez que "reforça os valores da marca" e permite uma "maior proximidade com os adeptos".

Por todos estes motivos, Ana Paula Marques considerou que "hoje volta a ser um dia importante para a Nos: "Além de renovar a parceria com a LPFP, reforçamos o compromisso de fortalecer as ligações", e "vamos continuar a construir uma Liga Nos ainda mais interactiva e mais próxima dos portugueses", apontou, sem avançar com mais detalhes.

Já Pedro Proença, presidente da LPFP, sublinhou que a parceria com a Nos "tem sido fundamental para a alavancagem do futebol em Portugal".

"A Nos é o reflexo de uma aposta estruturada entre duas entidades que partilham os mesmos valores: "fair play" e paixão pelo futebol", acrescentou. "Investir no futebol nacional é um retorno garantido desde que se cumpram estes valores", apontou.

Pedro Proença revelou ainda que o contrato com a Nos tem ajudado a LPFP a "limpar" o passivo de 5 milhões de euros que a actual presidência encontrou quando assumiu as funções. Graças a este tipo de parcerias, e não só, o responsável acredita que no final do ano as contas da Liga vão sair do vermelho.

No entanto, Pedro Proença sublinhou que "mais do que uma ligação económico-financeira, o mais importante é saber que temos ao nosso lado uma organização que cumpre os nosso valores" e "acrescenta valor à competição".

A aposta da Nos no campo do futebol não fica pelo patrocínio à Liga de Futebol. A operadora também assinou contratos milionários com vários clubes de futebol, ente os quais o Benfica e o Sporting, para comprar os direitos televisivos dos jogos em casa.

Além do Benfica e do Sporting, cujos acordos rondam investimentos de 400 milhões de euros a 10 anos, no final de 2015 a Nos assinou contratos com mais oito clubes de futebol para ficar com os seus direitos televisivos a partir da época de 2019/20, que podem ir até a um período de sete épocas desportivas. A Académica de Coimbra, o Belenenses, o Nacional da Madeira, o Marítimo, o Arouca, o Paços de Ferreira, o Braga e o Setúbal integram a lista de clubes que assinaram contratos com a Nos.




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 26.07.2017

de min a bola nao leva nada...

Anónimo 26.07.2017

os pelintras dos adeptos da bola é que pagam isto...

Mr.Tuga 26.07.2017

Natural....

Uma empresa de MIERDA a associar-se a evento de MIERAD para broncos e analfabrutos se masturbarem 24h dia com chutadoires de boila e comentradeiros de treta.... Tipico de 3º mundo!
De mim nem 1 cêntimo!

pub
pub
pub
pub