Tecnologias Nova bateria promete carregamento instantâneo  

Nova bateria promete carregamento instantâneo  

Alunos da Universidade da Florida Central desenvolveram uma bateria capaz de múltiplas cargas sem se degradar ao longo do tempo. A maior novidade está no tempo de carga, que pode ocupar poucos segundos.
Nova bateria promete carregamento instantâneo  
Negócios 24 de Novembro de 2016 às 15:16

A nova bateria pode aguentar até 30.000 ciclos de carga sem deterioração, mas a carga instantânea é o aspecto revolucionário da nova tecnologia. Tal se consegue através da utilização de supercondensadores em vez de células de energia convencionais. Este sistema tem sido algo desejado pela indústria automóvel, que pretende uma carga rápida dos modelos eléctricos, com tempo semelhante à alimentação dos veículos movidos a combustível.

 

"Se substituíssem as baterias por estes supercondensadores, poderia carregar o seu telemóvel em poucos segundos e não tinha de o recarregar por mais do que uma semana", afirma Nitin Choudhary, pós-doutorado e associado à investigação, citado pelo jornal da universidade.

 

Um dos desafios dos supercondensadores, avança o El Mundo, tem a ver com o espaço que ocupam, sendo superior ao das convencionais baterias de iões de lítio. Neste sentido os alunos da Universidade da Flórida Central conceberam supercondensadores mais finos e eficientes.

 

A utilização destes supercondensadores em equipamentos como telemóveis, no entanto, tem algumas limitações em termos de conectores e transformadores de corrente. Para recarregar a bateria de um telemóvel equipado com esta nova tecnologia requer um cabo mais grosso e um transformador maior para encurtar o tempo de carregamento para menos de um minuto. Além disso, assim como esta nova forma de alimentação eléctrica se carrega rapidamente, também se descarrega em pouco tempo.

 

"Ainda não está pronto para comercialização" – afirma o investigador Yeonwoong "Eric" Jung – "Mas esta é uma demonstração de conceito, e os nossos estudos mostram que tem altos impactos para várias tecnologias".

 

Enquanto a tecnologia não avança no sentido de fabricar baterias com um maior tempo de autonomia, as empresas tecnológicas apostam em carregamentos rápidos. A Qualcomm, por exemplo, lançará no próximo ano o Quick Charge 4, uma forma de carregamento que permitirá recarregar as baterias dos telemóveis em cinco minutos para cinco horas de utilização, caso se use o carregador compatível.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub