Banca & Finanças Novo Banco agradece apoio dos clientes na “desafiante recuperação”

Novo Banco agradece apoio dos clientes na “desafiante recuperação”

O Novo Banco reconhece que vai enfrentar uma “desafiante recuperação” agora que a Lone Star assumiu o controlo da instituição. Em mensagens enviadas aos clientes e aos trabalhadores, os responsáveis do banco agradecem a “lealdade e confiança” que dedicaram à instituição.
Novo Banco agradece apoio dos clientes na “desafiante recuperação”
O responsável da Lone Star e o Presidente do Novo Banco
Miguel Baltazar
Maria João Gago 19 de outubro de 2017 às 16:52

O Novo Banco enfrenta uma "desafiante recuperação", reconhecem os presidentes não executivo e executivo da instituição, Byron Haynes e António Ramalho, na mensagem enviada aos clientes do banco esta quinta-feira, 19 de Outubro, depois de a Lone Star ter assumido o controlo da instituição.

 

A missiva destinada aos clientes não é muito diferente da mensagem disponibilizada aos trabalhadores – uma das diferenças é que a carta aos colaboradores também está assinada por Donald Quintin, na qualidade de responsável pela área de aquisições da Lone Star. A ambos, o banco dominado pelo investidor norte-americano, agradece a "lealdade e confiança".

 

Nas duas mensagens, a que o Negócios teve acesso, fica claro que o Novo Banco se vai focar "no mercado interno" e concentrar-se "no apoio às pequenas e médias empresas, o principal motor do crescimento de Portugal". "O apoio ao dinamismo da economia portuguesa passará também pelo lançamento de produtos e serviços inovadores para empresas particulares", referem os responsáveis da instituição e do seu novo accionista de referência.

 

Os três gestores acreditam também que o Novo Banco "acaba de entrar num novo período da sua história", depois de a Lone Star ter assumido 75% do capital no âmbito de uma injecção de 1.000 milhões no banco.




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Zé Manel Há 4 semanas

A sorte do Novo Banco é a ignorância e falta de memória dos seus clientes. Os trabalhadores dos bancos em todas as sucursais, agências e sede são os mesmos que os enganaram, aldrabaram e roubaram no tempo do BES. Ricardo Salgado pode não estar lá, mas todos os outros estão. Não confio um euro a eles

Amilcar Alho Há 4 semanas

Os alicerces do Banco são frágeis. Ficam mais robustos quando pagarem a dívida subordinada aos clientes de retalho. Não basta mudar de nome. Serei vosso credor até morrer. Estou na miséria e não há ninguém que faça justiça. Vai tudo para quem emprestou a empresas não financeiras.

General Ciresp Há 4 semanas

Estou confessado,mas nao comungo.A hostia nao passa nas GOELAS.

hoje o BCP esteve em banho maria Há 4 semanas


MAS AMANHÃ UPA UPA UPA : BCP = 0.30
AMANHÃ a DBRS vai voltar a subir os RATINGS do MILENIUM BCP e de PORTUGAL

pub