Banca & Finanças Novo Banco aprova injecção de 750 milhões pela Lone Star

Novo Banco aprova injecção de 750 milhões pela Lone Star

A assembleia-geral do Novo Banco já aprovou o aumento de capital de 750 milhões a realizar pela Lone Star. Segue-se a venda da instituição ao investidor norte-americano.
Novo Banco aprova injecção de 750 milhões pela Lone Star
Sara Matos
Maria João Gago 16 de outubro de 2017 às 19:56

O Novo Banco aprovou o aumento de capital de 750 milhões de euros a assegurar pela Lone Star e que dará à gestora norte-americana de "private equity" o controlo accionista da instituição. A decisão foi tomada em assembleia-geral realizada esta segunda-feira e onde esteve presente apenas o Fundo de Resolução, ainda accionista único do banco.

"O NOVO BANCO, S.A. informa sobre a realização hoje 16 de Outubro de 2017 da Assembleia Geral do Banco que deliberou a eliminação do valor nominal das acções do Novo Banco, passando o capital social deste a ser representado por acções sem valor nominal e deliberou um aumento de capital do Novo Banco, no valor de 750.000.000 euros, de 4.900.000.000 euros para 5.650.000.000 euros, mediante novas entradas em dinheiro a realizar nos próximos dias", refere o comunicado da instituição liderada por António Ramalho, publicado esta segunda-feira no site da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

A aprovação desta operação era indispensável para que a Lone Star possa injectar a primeira tranche do aumento de capital de 1.000 milhões que lhe vai permitir passar a controlar 75% da instituição liderada por António Ramalho. Para já, o investidor norte-americano avança com uma fatia de 750 milhões de euros. Até ao final do ano, serão injectados mais 250 milhões, num total de 1.000 milhões.


(Notícia actualizada às 20:05)




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Criador de Touros Há 5 dias

A banca está a estabilizar em Portugal, o BCP é o principal beneficiado por ser o único banco português cotado em bolsa !!...

Antonio Ribeiro Há 5 dias

Já me podem pagar o que me devem seus caloteiros. Basta mudar o nome para não pagar as dívidas?

pub