Banca & Finanças Novo Banco espera ter primeiras contas sem reservas

Novo Banco espera ter primeiras contas sem reservas

A administração do Novo Banco espera que as contas do ano passado sejam as primeiras sem reservas ou ênfases dos auditores. No ano passado, a PwC alertava para os riscos da exposição a Angola, que a Lone Star dá como perdida. 
Novo Banco espera ter primeiras contas sem reservas
Maria João Gago 12 de abril de 2017 às 17:12

"Apresentamos estas contas com a segurança de que não haverá reservas" da parte dos auditores, afirmou António Ramalho esta quarta-feira, 12 de Abril, na apresentação dos resultados do ano passado, em que o Novo Banco teve prejuízos de 788,3 milhões de euros, menos 15% do que em 2015 

"Pela primeira vez, o Banco apresentará contas sem qualquer qualificação dos auditores", sublinhou o banqueiro, recordando que as contas do ano passado mereceram alertas da PwC, por causa dos riscos da exposição a Angola e ao Banco Económico, herdeiro do BES Angola. 

Ainda assim, esta exposição é um dos activos que está na carteira de activos problemáticos para os quais a Lone Star exigiu um mecanismo de partilha de riscos com o Fundo de Resolução, no quadro do acordo de venda da instituição.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub