Banca & Finanças Novo Banco obrigado a cortar factura com salários
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Novo Banco obrigado a cortar factura com salários

Bruxelas exigiu cortes de custos com pessoal, fecho de balcões e mais rigor na concessão de crédito para aprovar venda do NB. É uma "reestruturação de grande envergadura" para "restaurar a sua viabilidade", diz a comissária europeia. Prejuízos ainda não têm fim à vista.
Novo Banco obrigado a cortar factura com salários
Maria João Gago 11 de outubro de 2017 às 22:45

O Novo Banco vai ter de reduzir a factura com salários devido aos compromissos assumidos perante Bruxelas para garantir a aprovação europeia à venda da instituição à Lone Star. A amplitude dos cortes ainda )

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Mr.Tuga Há 5 dias

Estes pacóvios de TRAMPA!
TECNOBUROCRATAS de BROCHElas principescamente pagos a custa dos depenados contribuintes a defender a "corte de salários" quando o banco já tem comprador ?!?!?!?!
Imbecis de TRAMPA! Comecem por dar o exemplo e cortem nas vossas mordomias!!

General Ciresp Há 5 dias

Mais um caso bicudo,agora q so restam armenios filiados.Matem-se uns aos outros,os q sobrarem ficam,ontra maneira nao vejo.Esta preste a chegar o novo inquelino,e a casa ainda esta toda num calho.Maneira rara de os portugueses se vestirem:deixam sempre as cuecas para ultimo quando tem de ser a prime

Anónimo Há 5 dias

Basta cortar 20% à administração e outros integrantes de órgãos consultivos e não será necessário cortar nos trabalhadores, porque muitos com salários elevados só estão lá para dizer yes e abanar a cabeça só para dar graxa ao CEO ou ao administrador ou são boys dos partidos esses é correr com eles.

surpreso Há 5 dias

Parece que ainda lá estão 5.400 empregados ,para uma quota de mercado ,que não deve ultrapassar os 13 porcento.É a vida...e os americanos

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub