Banca & Finanças Novo Banco responde em Espanha por acções do BES
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Novo Banco responde em Espanha por acções do BES

O Banco de Portugal quis livrar o Novo Banco de acções judiciais em Espanha. O objectivo era que o BES “mau” o substituísse nos processos.
Novo Banco responde em Espanha por acções do BES
Bruno Simão/Negócios
Diogo Cavaleiro 09 de junho de 2017 às 00:01

O Novo Banco vai ter de responder nos tribunais espanhóis por processos judiciais herdados do Banco Espírito Santo (BES), anteriores ainda à resolução que o constituiu. A justiça de Espanha rejeitou a pretensã)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 09.06.2017

O banco mau, que antes era bom com boa almofada financeira, todos se lixaram com os argumentos do supervisor não à punição, sobre más informações do banco Espírito santo.
Eu acho que Espanha vai ganhar com justiça e o novo banco vai indemnizar os lesados que foram enganados.

Camponio da beira 09.06.2017

Ó Eduardo, há muita gente neste país com cargos importantes, com um defice cognitivo assustador, que num país normal, seria internado compulsivamente nu hospital psiquiatrico, até ao fim da vida.

Conselheiro de Trump 09.06.2017

O dorminhoco estava habituado a tribunais MACIOS como o do barracao parlamentar,mas ao q parece a coisa daqui para a frente vai piar mais fino.FACE-SE JUSTICA.Ninguem e culpado de nada e quem la pos o dinheiro ficou sem ele e ainda e visto como assassino.Ate os magistrados vao para a greve,e nao faz

Anónimo 09.06.2017

Este sr. (carlos costa) está habituado a espezinhar a a ajudar a espoliar os portugueses lesados, mas talvez se engane em relação a Espanha.

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub