Telecomunicações Novo CEO da Meo garante que actual estratégia é para continuar

Novo CEO da Meo garante que actual estratégia é para continuar

Numa carta enviada aos trabalhadores da PT, Alexandre Fonseca explica que a sua nomeação decorreu da recente reorganização da Altice. Mas sublinha que "isto não significa" que a "estratégia já definida" sofra alterações.
Novo CEO da Meo garante que actual estratégia é para continuar
Miguel Baltazar
Sara Ribeiro 27 de novembro de 2017 às 11:16

Alexandre Fonseca, presidente executivo da Meo desde a semana passada, decidiu enviar esta segunda-feira, 27 de Novembro, um email aos trabalhadores da operadora a explicar a sua nomeação e os seus planos para a operação da Altice em Portugal.

"É com imenso orgulho, entusiasmo e sentido de responsabilidade que, a partir de agora, assumo a liderança desta grande equipa da Altice em Portugal…!", começou por referir o novo CEO da operadora na missiva que o Negócios teve acesso.

Alexandre Fonseca agradece ainda aos dois fundadores da Altice, Patrick Drahi e Armando Pereira, "o desafio" que lhe lançaram, "bem como o enorme voto de confiança" que depositaram nele, mas também em todos os trabalhadores da Meo, acrescentou.

"Tal como Patrick Drahi já referiu na mensagem que vos dirigiu recentemente, esta alteração na liderança da PT e a minha nomeação para presidente executivo (CEO) ocorrem na sequência de uma reorganização da gestão do Grupo Altice. Isto não significa que a estratégia já definida seja alterada, pois continuaremos a implementação de um programa integrado e convergente nas áreas das Comunicações, Media & Conteúdos e Publicidade Digital", explicou no mesmo email.

A dona da Meo avançou com uma proposta de compra da Media Capital, processo que ainda está a ser analiado pela Autoridade da Concorrência.

O gestor, que acompanha a Altice em Portugal desde 2012, sublinha ainda que "o Grupo mantém intacta a sua sustentabilidade e capacidade de honrar os seus compromissos ", nomeadamente no que toca ao investimento em inovação e infra-estruturas. "Reafirmo este compromisso, pois aqui está o nosso ADN", acrescentou Alexandre Fonseca, que vai acumular o cargo de CEO da Meo com o de director executivo da Altice Labs, antiga PT Inovação.

No entanto, refere que a sua meta é "ir mais longe". E detalha a sua visão para o futuro da Meo: "Vamos dar uma nova dimensão ao nosso papel de motor de desenvolvimento e competitividade da economia nacional e para tal, além de evoluir a nossa oferta, crescer a base de clientes e solidificar o crescimento, queremos reforçar amplamente a nossa presença institucional e a capacidade de comunicação, interna e externa, sem abdicar da responsabilidade social".

Alexandre Fonseca apela ainda, mais do que uma vez, à união e à confiança por parte dos trabalhadores na nova gestão do grupo. "Para mim, transformar é evoluir e crescer". "É esta a minha visão, para a qual preciso de todos e de cada um de vós, empenhados e comprometidos, porque o exercício da liderança é um exercício colectivo. Quero uma verdadeira equipa Altice/Portugal Telecom unida, que fale a uma só voz e com uma liderança próxima".

E acrescenta: "O que espero de cada um de vós é exactamente aquilo que podem esperar de mim e de toda a equipa de gestão: confiança, honestidade, energia e muita paixão".

O novo CEO da Meo termina o email citando José Saramago: "Não tenhamos pressa, mas não percamos tempo".


(Notícia actualizada às 11:44)




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 2 semanas

Já a estratégia de imagem deste senhor podia mudar, não é de todo relevante, mas a aparência deste individuo é medonha, parece um vendedor de time sharing, até que é um pouco essa a imagem das empresas de telecomunicações, mas convêm não caprichar assim tanto!

Faz lembrar o tipo da ongoing Há 2 semanas

este alexandre teixeira faz lembrar o tipo da Ongoing que anda pelo brazil . . . parece um "empresário da noite" lavador de dinheiro, E É PELO MENOS UMA TERCEIRA ESCOLHA . . . Ninguem aposta que a MEO vá para a frente . . . a começar pela ALTICE que é e será sempre UM FUNDO ABUTRE

pub