Indústria Extinto fogo na Sapec Química, em Setúbal

Extinto fogo na Sapec Química, em Setúbal

O incêndio que deflagrou hoje num depósito de solvente da Sapec Química, na Mitrena, Setúbal, foi já declarado extinto, disse à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal.
Extinto fogo na Sapec Química, em Setúbal
Negócios 21 de março de 2017 às 12:45

No local mantêm-se 73 operacionais das forças de socorro e segurança e 28 viaturas, segundo a fonte, que falava perto das 14:00.

 

Uma pessoa sofreu queimaduras devido ao incêndio, que deflagrou às 11:52.

 

Segundo o CDOS, o ferido, assistido inicialmente no local por uma equipa de emergência médica, foi, entretanto, transportado para o hospital de São Bernardo, em Setúbal, com queimaduras em 30% do corpo.

 

No entanto, fonte hospitalar indicou que se trata de um ferido ligeiro.

 

A mesma fonte hospitalar explicou que o ferido vai ser levado para o hospital de São José, em Lisboa, para ser avaliada a possibilidade de uma cirurgia plástica.

 

Perto das 13:30, fonte dos bombeiros indicou à Lusa não haver até ao momento qualquer "indicação de que haja qualquer perigo para a população" na sequência da nuvem de fumo provocada pelo incêndio de hoje, que começou entretanto a diminuir de forma significativa.

 

A Agência Portuguesa foi também para o local.

 

No passado dia 14 de Fevereiro, um outro incêndio destruiu os armazéns de enxofre da Sapec Agro e provocou mais de uma dezena de feridos ligeiros, a maioria por inalação de fumos. Embora mantenha a designação Sapec, esta empresa já não pertence ao mesmo grupo económico.

 

A nuvem de fumo provocada pelo incêndio ocorrido no passado mês de Fevereiro obrigou a medidas de precaução da população residente nas localidades do Faralhão e de Praias-do-Sado e a Câmara Municipal decidiu o encerramento, por um dia, de diversos estabelecimentos de ensino do concelho de Setúbal.

 

(Notícia e título actualizado com mais informação)



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub