Banca & Finanças Número de notas falsas apreendidas em Portugal cai 10%

Número de notas falsas apreendidas em Portugal cai 10%

O Banco de Portugal revelou esta sexta-feira os dados sobre notas contrafeitas apreendidas no país no ano passado. No total, as autoridades conseguiram detectar 7.757, menos 830 que no ano passado.
Número de notas falsas apreendidas em Portugal cai 10%
Paulo Zacarias Gomes 27 de janeiro de 2017 às 10:40
As autoridades portuguesas apreenderam, durante todo o ano passado, 7.757 notas contrafeitas no país, tendo só as denominações de 20 euros e 50 euros - as mais utilizadas em esquemas de falsificação detectados em território nacional - representado 84% do total.

O valor de notas apreendidas em 2016 é quase 10% inferior às que tinham sido detectadas pelas autoridades em 2015 (8.589 notas). As notas de 20 euros representaram cerca de metade do total apreendido (3.876), seguindo-se 2.699 notas de 50 euros (mais quase 300 notas que em 2015). 

"O número de contrafacções apreendidas em Portugal continua a ser residual quando comparado com o total de notas em circulação," refere no entanto a autoridade monetária, que acrescenta que a denominação de 50 euros é a mais detectada na contrafacção a nível europeu.

O número de notas apreendidas em Portugal representa 1,13% de todas as que foram apreendidas em toda a zona euro no ano passado - 684 mil notas. O Banco Central Europeu recorda em comunicado que a nova nota de 50 euros, "que incorpora elementos de segurança inovadores", vai começar a circular no próximo dia 4 de Abril.

Os valores mais elevados - de 200 e 500 euros - são os que reúnem menores números de notas apreendidas, num total de 108.

A associação destas denominações mais valiosas a actividades ilícitas levou o Banco Central Europeu a decidir, em Maio do ano passado, terminar a produção das notas de 500 euros a partir do final de 2018.

Dos números apresentados, ressalta que o segundo semestre do ano passado foi o terceiro consecutivo de queda no número de apreensões, passando de 4.197 notas entre Janeiro e Junho para 3.560 entre Julho e Dezembro.



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub