Banca & Finanças Nuno Gaioso Ribeiro: “Segurança Social devia investir no capital de risco”
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Nuno Gaioso Ribeiro: “Segurança Social devia investir no capital de risco”

Nuno Gaioso Ribeiro, presidente da Associação Portuguesa de Capital de Risco, defende que o fundo de estabilização da Segurança Social devia investir uma parte limitada dos seus activos neste tipo de actividade.
A carregar o vídeo ...
Celso Filipe Rosário Lira 17 de julho de 2017 às 00:01

Nuno Gaioso Ribeiro, que é também sócio-fundador da sociedade Capital Criativo, em entrevista ao Negócios e à Antena 1, diz que capital de risco "é uma tradução errónea" de uma actividade )

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião10
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 17.07.2017

Banqueiros de retalho e geringonceiros anarco-sindicalistas do compadrio resgate-dependente, não tenho rendimentos ou património para sustentar as vossas vidas vividas acima das vossas possibilidades. Desinchem s'il vous plaît. "We will gradually enter a time where having a lifetime employment based on tasks that are not justified will be less and less sustainable - we're actually already there." - Emmanuel Macron www.msn.com/en-gb/video/other/french-civil-servants-no-more-jobs-for-life/vi-AAeGlDD

comentários mais recentes
Anónimo 17.07.2017

A malta andava a mamar na teta da vaca e a trabalhar para o bronze e agora há mais vitelos do que tetas. Com Passos ficavam os mais fortes ou seja quem trabalhava, com a geringonça voltam os velhos hábitos e velhos grupos a tentar mamar: FP (professores, enfermeiros,etc) e pseudo-empresários.

Anónimo 17.07.2017

A SS por definição devia ser segura, apostar em capital de risco é disparate. Mas nada de novo a SS já investiu por ex. numa empresa chamada FINPRO, que teve um buraco de mais de 200 milhões€. Que incluía Amorim, CGD e BANIF. Buracos deste é que este génio gostava que certamente alguém ganhava.

Miguel 17.07.2017

E também deveria sem montada uma forca na praça do comercio, para quando der para o torto, dar o tratamento adequado a pessoas que tem ideias destas!

Ex-Votante do PS 17.07.2017

Não posso mais, em virtude dos eventos dos últimos meses, incluindo pedrogao, tancos, cativações de 1000 milhões, baleares e governantes arguidos, continuar a votar PS. Terei de votar PSD nas proximas eleições

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub