Empresas Nuno Luz é o novo director-geral da Fnac

Nuno Luz é o novo director-geral da Fnac

Nuno Luz foi nomeado director-geral da Fnac para Portugal. Irá iniciar as suas novas funções a partir de 9 de Outubro de 2017 e será membro do comité executivo do grupo Fnac-Darty.
Nuno Luz é o novo director-geral da Fnac
Negócios 17 de setembro de 2017 às 15:17

Nuno Luz será, a partir de 9 de Outubro, o novo director-geral da Fnac, em substituição de Cláudia Almeida e Silva que vai abraçar um projecto pessoal, soube o Negócios.

 

Licenciado em Administração e Gestão de Empresas e titular de um MBA pela Universidade Católica Portuguesa, Nuno Luz iniciou a sua carreira profissional em 1995 como auditor externo na PriceWiterhouseCoopers, tendo transitado para a Schweppes Portugal em 1998 onde permaneceu até 2000.

 

Em Abril de 2000 integrou a Phone House Portugal como director financeiro e ShareService. Em 2004 abraçou uma carreira internacional na Phone House Espanha como director financeiro e em 2010 foi nomeado director executivo de vendas.

 

Em 2012 transitou para a Carphone Warehouse em Londres como director executivo para a América do Sul. Em 2014, regressou a Lisboa como director geral da Phone House Portugal onde permaneceu até Abril de 2016.

 

Iniciou o seu percurso na Fnac Portugal como director comercial em Maio de 2016 e integrando o Comex (Comité Executivo da Fnac Portugal).

 

Cláudia Almeida e Silva iniciou o seu percurso profissional na Fnac em 2005 e foi nomeada diretora-geral em 2008, cargo que desempenhou até agora.    




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub