Energia Nuno Ribeiro da Silva: Regresso às tarifas reguladas vai favorecer a EDP

Nuno Ribeiro da Silva: Regresso às tarifas reguladas vai favorecer a EDP

O presidente da Endesa Portugal considera ser "caricato" que uma medida proposta pelo PCP possa favorecer a maior empresa no mercado de electricidade: a EDP.
A carregar o vídeo ...
O presidente da Endesa Portugal deixa críticas à proposta que vai permitir aos clientes no mercado liberalizado de electricidade poderem regressar às tarifas reguladas.

Nuno Ribeiro da Silva considera que a "medida proposta pelo Partido Comunista é uma inflexão no processo arrastado de liberalização do mercado eléctrico. Estamos obrigados por Bruxelas a acabar com as tarifas reguladas", disse em entrevista na Conversa Capital ao Negócios e à Antena 1. 

O gestor considera que a medida pode provocar uma fuga dos clientes do mercado liberalizado, levando os comercializadores a fechar portas, enquanto a EDP Serviço Universal ganha mais clientes.

O líder da eléctrica aponta, que desta forma, o PCP pode colocar "pressão sobre a ERSE" para o regulador publicar "tarifas artificialmente baixas", como se pode ler na entrevista que vai publicada no Negócios na segunda-feira, 4 de Dezembro, e ouvida na Antena 1 no domingo, 3 de Dezembro.



A sua opinião13
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Rado Há 1 semana

E alguém se atreve ir contra a EDP? E quem é o político que perdia uma oportunidade de favirecer a EDP ?

alberto9 Há 1 semana

Sempre ouvi dizer que a liberalização era para beneficio dos consumidores, com melhor serviço e custos mais baixos, mas este senhor acaba de confirmar o que todos já sabiam, o fim do mercado regulado só serve para aumentar custos aos clientes e aumentar os lucros das empresas

Ventura Santos Há 1 semana

O Nuno Ribeiro da Silva, ex-militante da UDP, "a cantiga é uma arma ...", agora meio-espanhol por opção, queria que fossemos para a elétrica onde ele é moço de recados dum madrileno chamado Borja Prado ...

Jaques Há 1 semana

Com todos os descontos a ENDESA vende o KW a 0,1582. Só se paga aquilo que o contador conta. O restante são impostos iguais em todas as distribuidoras

ver mais comentários
pub