Web Summit Qasar Younis: O momento é para “financiar negócios. Não ideias”

Qasar Younis: O momento é para “financiar negócios. Não ideias”

As empresas garantem que os investidores já não estão tão cautelosos como no início do ano. No entanto, alertam que para captar investimento não basta ter uma ideia.
Qasar Younis: O momento é para “financiar negócios. Não ideias”
Miguel Baltazar
Sara Ribeiro 08 de Novembro de 2016 às 16:13

"Estamos num mundo onde financiamos negócios. Não ideias", começou por alertar Qasar Younis, sócio e COO da Y Combinator, durante o Web Summit esta terça-feira, 8 de Novembro.

 

"Para nós, enquanto investidores, o mais importante é saber se a empresa é lucrativa". Depois, segundo o responsável, as receitas, o potencial de utilizadores, o número de subscritores e só depois a ideia em si.

 

Uma ideia partilhada por Christine Herron, directora da Intel Capital, que aproveitou para reforçar que no início do ano o mercado estava mais cauteloso em relação a investimentos. Agora, "está a adaptar-se", acrescentou.

 

Já Josh Elman alertou que a conversa da bolha nas tecnológicas é antiga. E é "céptico" quanto a essa questão. "A questão deveria ser: o meu negócio é um bom negócio? E não [a de] se há investimento".

 

O partner da Greylock, empresa de capital de risco, revelou ainda que o que o preocupa é saber onde vão estar as empresas que angariam investimento nos próximos três anos. "Vão ser lucrativas? Essa é a principal questão no investimento". Os investidores procuram empresas lucrativas", referiu.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub