Tecnologias Novo MacBook Pro da Apple tem barra de ecrã táctil

Novo MacBook Pro da Apple tem barra de ecrã táctil

Celebrando 25 anos desde o lançamento do primeiro modelo, a Apple apresentou na quinta-feira, 27 de Outubro, o novo MacBook. O novo computador vem fazer frente às fracas vendas da empresa neste segmento.
Negócios 28 de Outubro de 2016 às 12:10
A empresa de tecnologia anunciou uma renovação da linha MacBook Pro, com três novos modelos. O grande destaque foi a introdução de uma barra de ecrã táctil acima do teclado, que substitui as teclas de funções.
 
A "touch bar" consiste num ecrã retina de multi-toque que muda as suas funcionalidades consoante o programa que o computador está a correr no momento, desde uma barra de sites favoritos no navegador Safari, controles de volume e faixas no leitor de música, e até mesmo emojis e sugestões de ortografia.
 
Outros programas que acompanham esta nova barra de funções são o Mail, Finder, Calendar, Numbers, GarageBand e Final Cut Pro.
 
Pela primeira vez, um computador da Apple será equipado com o sistema Touch ID, colocado no botão para ligar o dispositivo, e que permite o reconhecimento da impressão digital do utilizador. Através desta funcionalidade é possível desbloquear o computador e fazer compras com o Apple Pay.


 
 
Em termos de ecrã, o novo MacBook Pro apresenta mais 67% de brilho, um contraste 67% maior, e 25% mais cores.
 
Outro aspecto que chamou a atenção foi a substituição de entradas USB convencionais por quatro entradas Thunderbold USB-C e a inexistência de leitor de cartões de memória.
 
O novo MacBook, mais fino e mais leve que os modelos anteriores, está disponível em três modelos: um de 15 polegadas, e dois de 13 polegadas, sendo que um deles não apresenta a nova barra de funções, numa versão mais barata.
 
O Wall Street Journal sublinha a subida dos preços de entrada dos novos computadores. O preço-base médio de um novo MacBook Pro encontra-se nos 1.613 dólares (1.478,65 euros), acima dos 1.266 dólares. A Apple não apostou na linha MacBook Air, e o modelo de 11 polegadas estará a partir de agora disponível para clientes no ramo da Educação, bem como o MacBook Pro de 13 polegadas sem ecrã retina.
 
A mesma fonte avança que a eliminação dos modelos mais baratos vem com o objectivo de atrair os consumidores a comprar o novo iPad Pro. O novo tablet tem capacidades de processamento de texto, navegação web e portabilidade suficientes para substituir um computador portátil.
 
A Apple não avançou com novos computadores desktop, algo que não tem vindo a actualizar há mais de um ano, aponta o Wall Street Journal.
 
Com a apresentação dos novos computadores, a Apple espera fazer frente às fracas vendas que tem vindo a registar. Na passada terça-feira, a empresa Tim Cook revelou um relatório de contas do terceiro trimestre deste ano. No documento, a empresa divulga um volume de negócios de 46,9 mil milhões de dólares, abaixo dos 51,5 mil milhões de dólares registados em período homólogo. Entre Julho e Setembro, o resultado líquido da Apple era de 9 mil milhões de dólares, também abaixo dos 11,1 mil milhões registados em igual período no ano passado.
 
Na passada quarta-feira, a Microsoft apresentou uma série de novos produtos, inclusive um novo computador desktop. O Surface Studio vem fazer frente aos computadores de escritório da Apple, com um ecrã ecrã táctil LCD de 28 polegadas e qualidade de imagem ultra-HD 4,5K.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado geo@geopress.org 28.10.2016

Este jornal, de "negócios" - divulga o video em inglês sem legendas. É lamentável, pois há o mesmo video disponível com legendas em português do Brasil. Será boicote?! - Cá está o video com legendas http://www.apple.com/br/macbook-pro/

comentários mais recentes
geo@geopress.org 28.10.2016

Este jornal, de "negócios" - divulga o video em inglês sem legendas. É lamentável, pois há o mesmo video disponível com legendas em português do Brasil. Será boicote?! - Cá está o video com legendas http://www.apple.com/br/macbook-pro/

pub