Negócios num minuto  O que estão os bancos a exigir para dar isenção de custos nas contas?

O que estão os bancos a exigir para dar isenção de custos nas contas?

Os bancos nacionais têm implementado condições que restringem o acesso à isenção de manutenção de conta. Além do salário exigem saldos médios acima de 5.000 euros, mas nalguns casos este montante sobe até 50 mil euros. A jornalista Patrícia Abreu explica o que está a acontecer.
A carregar o vídeo ...
Negócios 29 de agosto de 2017 às 16:06



A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Maria 14.09.2017

Resolva-se à siciliana: quem tem ku tem medo.

bazanga 11.09.2017

Ou seja, mais um imposto sobre o rendimento.

Anónimo 02.09.2017

O limite de 3000€ em dinheiro é para isso. Obriga conta no banco.O dominio dos escravos moderno da democracia que resta. Os fazendeiros a controlar os seus escravos que são obrigados a comprar nas lojas dos mesmos, o pouco que lhes cabe.Fazendeiro mais rico, escravo deve constantemente

ElAlfredo 01.09.2017

Tudo tem solução, para controlar as ambições agiotas dos bancos, pode o povo começar por deixar de ter conta nos mesmos. Governar e gerir, se utiliza o princípio que, sacar dinheiro do povo/clientes, é a solução, então não é preciso ir à faculdade, e, aprender a governar, gestão, economia, métodos, avaliação de mercados, etç. Deixam de fazer sentido os salários e privilégios concedidos a quem é, em princípio, qualificado para funções que se repercutem no povo e no país. Os custos são sempre da alçada de quem não contribuiu para para afundar o país, (são as pessoas c/ privilégios especiais, que viveram acima das possibilidades do país, a criar a devastação económica), que pagam a crise.

pub