Negócios num minuto  O que fez Paulo Macedo no primeiro ano na CGD?

O que fez Paulo Macedo no primeiro ano na CGD?

Paulo Macedo é presidente executivo da Caixa Geral de Depósitos há exactamente um ano. Os desafios têm sido muitos, conforme explica Diogo Cavaleiro, jornalista do Negócios.
A carregar o vídeo ...
Negócios 01 de fevereiro de 2018 às 17:49



A sua opinião9
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado O que fez Paulo Macedo pela Caixa ? Há 3 semanas

Fez talvez o necessário para a sobrevivência da Caixa, atuando dolorosamente pela negativa.
Mas a partir de agora, espera-se que venha a fazer o desejável pelo Futuro da Caixa e a bem dos seus Clientes, atuando criativamente pela positiva.

comentários mais recentes
Re: O que fez Paulo Macedo pela Caixa ? Há 3 semanas

Muito mais do que estava a ser feito, mas muito menos do que seria preciso fazer.

Maria Há 3 semanas

Despediu trabalhadores. Fechou agencias. Aumentou comissões. Tem uma Administração que que nunca mais acaba. Recebeu milhões dos contribuintes portugueses. Um grande gestor da treta

O que fez Paulo Macedo pela Caixa ? Há 3 semanas

Fez talvez o necessário para a sobrevivência da Caixa, atuando dolorosamente pela negativa.
Mas a partir de agora, espera-se que venha a fazer o desejável pelo Futuro da Caixa e a bem dos seus Clientes, atuando criativamente pela positiva.

Ladrão sem vergonha Há 3 semanas

PAULO MACEDO encontrou as vítimas perfeitas nos pobres dos reformados e naqueles que não se podem defender, sugando-os até mais não poder e repetidamente.
Enquanto todo este saque inaudito decorre, o CARLOS SANTOS FERREIRA, dos principais culpados nos fundos delapidados da CGD, fica incólume.

ver mais comentários
pub