Automóvel O que pode acontecer se não for à oficina reparar os carros apanhados pelo dieselgate?

O que pode acontecer se não for à oficina reparar os carros apanhados pelo dieselgate?

André Cabrita-Mendes, jornalista do Negócios, explica o que pode acontecer aos proprietários de automóveis que não tenham ido reparar o software do grupo Volkswagen que alteravam as medições das emissões de gases poluentes.
A carregar o vídeo ...
Negócios 18 de janeiro de 2018 às 16:06



A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Hélder_Cunha_(Fiscalista_&_Jurista) 19.01.2018

e juridicamente uma resposta e uma estratégia para defesa tanto dos seus interesses como dos seus direitos enquanto consumidor e cidadão, e esta refira-se tem de ser realizada atempadamente.

Desta feita, é extremamente recomendável que não se aconselhe em fóruns, tópicos de mensagens ou quaisquer outras formas que consubstanciem deduções lógicas erradas por sujeitos que não têm competência técnica para análise de problemáticas deste género .

Relembro que o que está em causa são para além de questões técnicas, são questões legais, e como tal apenas um especialista na área do Direito o poderá aconselhar na tomada da sua decisão.

Hélder Cunha
Fiscalista & Jurista

Hélder_Cunha_(Fiscalista_&_Jurista) 19.01.2018

Caros leitores,

É incompreensível o postura assumida pela Volkswagen, IMT, e em último pelos media no assunto “Dieselgate”.

A forma de comunicar com os lesados ou vítimas de fraude pelo grupo VAG por meio de advertências, ameaçadas, noticiários etc., em tudo faz lembrar a antiga ação propagandística do Estado Novo, que fazia temor nos sujeitos com défice de educação, incultos ou menos perspicazes, cujo objetivo era UM – incutir nos sujeitos um complexo de inferioridade.

Cara comunidade internauta, este problema é muito complexo, rodeado de uma legislação que carece de estudo e análise, e cuja punição a quem tenha veículos com as características abrangidas pela problemática do “Dieselgate” não será levianamente aplicada quanto as meras comunicações que se fazem chegar aos lesados. Mas com isto não significa que não possa vir aplicar-se o que os media referem! Pode e é possível!

Porém, só através de uma cuidada análise ao seu problema em concreto, se poderá preparar processual

Anónimo 18.01.2018

Anedotico e além disso revela hipocrisia pois estão tão preocupados com a emissões diesel e mantêm o gasoleo mais barato do que a gasolina, qual a credibilidade e honestidade desta gente "NADA"

Saber mais e Alertas
pub