Media O "u" do Burger King que... afinal não foi

O "u" do Burger King que... afinal não foi

Afinal, tudo não passou de uma brincadeira da marca, transmitida por comunicado oficial e citada pelas agências noticiosas em Espanha. A marca Burger King fica como está e não será "Burguer King", como tinha sido - erradamente - anunciado.
O "u" do Burger King que... afinal não foi
Bloomberg
Paulo Zacarias Gomes 27 de Dezembro de 2016 às 12:57
O que prometia ser uma revolução no "naming" da empresa norte-americana de comida rápida Burger King em Espanha acabou por ser, afinal, uma brincadeira levada a cabo pela própria marca.

A alteração anunciada num comunicado da empresa, citado por agências noticiosas espanholas, que tornaria Burger King em "Burguer King" em Espanha - "espanholizando" o nome ao acrescentar um "U" à marca, afinal não vai acontecer.

Tratava-se de uma acção de marketing destinada a gerar ruído em torno da marca. E conseguiu-o, levando a generalidade da imprensa espanhola a repetir a notícia da alegada mudança, que em alguns meios de comunicação surgiram acompanhados de imagens de lojas já com a nova designação.

A falsa "notícia" deveria ter sido divulgada amanhã, 28 de Dezembro, o Dia dos Inocentes em Espanha - uma ocasião semelhante ao dia das mentiras e em que já é esperado este género de brincadeiras. Mas foi antecipada um dia.

Minutos depois de terem divulgado a informação citando um comunicado oficial da marca, agências noticiosas como a Europapress vieram solicitar a anulação da distribuição da notícia, pedindo ainda desculpa pelo facto.

"Pedimos aos assinantes que anulem todos os efeitos da informação transmitida com este título uma vez que se trata de uma brincadeira da companhia. Pedimos desculpa pelo incómodo," reproduz o jornal de economia Expansión.

Depois da publicação da notícia que dava conta das alterações, o Negócios tinha consultado o site da Burger King em Espanha, constatando que a designação se mantinha inalterada em todos os suportes e não havia indicações, nas notícias do site, de que estivessem a ser preparadas alterações. Na rede social Facebook também não havia mudanças visíveis.

De acordo com um comunicado da companhia, citado na imprensa do país vizinho, a mudança aconteceria depois de a marca ter sido, durante vários anos, escrita de forma errada (acrescentando o tal "U"). A solução da marca teria sido tornar oficial o que era até aqui uma interpretação dos consumidores.



A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 2 semanas

Quem com ferros mata.... Se amanhã inventarem notícias sobre várias hospitalizações de pessoas que comeram no Burger King, não se podem queixar...

pub