Web Summit O último dia do Web Summit de 2017

O último dia do Web Summit de 2017

O último dia do Web Summit vai contar com personalidades como o ex-vice-presidente dos Estados Unidos da América, Al Gore, e com o responsável máximo da área tecnológica da Amazon.
O último dia do Web Summit de 2017
Bruno Simão/Negócios
Ana Laranjeiro 08 de novembro de 2017 às 21:32

O último dia termina com alguns nomes sonantes. Werner Vogels, CTO da Amazon, vai estar às 10:30 no palco principal, para abordar a questão das interfaces, que estão agora muito centradas nos humanos.

Pouco depois, o líder da área de segurança da Uber, Joe Sullivan, vai estar igualmente no palco principal da Altice Arena para falar sobre como é trabalhar numa empresa tecnológica como a Uber e como é que outras empresas se podem preparar para os desafios futuros.


Um dos momentos altos para as start-ups vai ser antes de almoço. Durante os dois dias anteriores várias start-ups estiveram a concorrer no Pitch. Os finalistas vão fazer as suas apresentações e o vencedor vai ser conhecido mais tarde às 16:30.

A modelo portuguesa Sara Sampaio vai estar no palco principal com a actriz Rosario Dawson para abordar o tema do crescimento das celebridades que são activistas e se o apoio destas personalidades faz, de facto, a diferença.

Logo depois, sobe ao palco principal Al Gore, o antigo vice-presidente dos EUA. Al Gore deverá desafiar a comunidade tecnológica a ajudar a resolver os principais problemas do mundo. Al Gore recebeu, em 2007, o prémio Nobel da Paz "pelos seus esforços em construir e disseminar um conhecimento maior sobre as mudanças climáticas realizadas pelo homem e por criar as bases para as medidas que são necessárias para combater esta mudança", pode ler-se na página dos prémios Nobel.


As 17:00 vai decorrer a cerimónia de encerramento e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai estar presente.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
Saber mais e Alertas
pub