Turismo & Lazer Oceanário de Lisboa gerou lucros de 1,49 milhões em 2014

Oceanário de Lisboa gerou lucros de 1,49 milhões em 2014

A infra-estrutura vai ser concessionada pelo Estado a privados. O processo já arrancou e está a ser “muito competitivo”, já garantiu o Governo. O equipamento recebeu quase 987 mil pessoas no ano passado.
Oceanário de Lisboa gerou lucros de 1,49 milhões em 2014
Wilson Ledo 29 de maio de 2015 às 17:18

O Oceanário de Lisboa registou "o melhor resultado líquido de sempre" em 2014, mostra o Relatório e Contas da Parque Expo relativo a esse ano.

 

No documento enviado esta sexta-feira, 29 de Maio, à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) mostra-se que o equipamento gerou lucros na ordem dos 1,49 milhões de euros.

 

Também o volume de negócios do Oceanário de Lisboa registou um crescimento de 5%, para os 10,8 milhões de euros.

O Governo prepara-se agora para fechar a concessão do equipamento – considerado o melhor aquário da Europa - a privados.

 

O Estado ficou com o activo por 54,2 milhões de euros, como contrapartida do empréstimo obrigacionista concedido à Parque Expo. Após essa transferência, classificou o equipamento como tendo "interesse público", abrindo a porta para a concessão.

 

O ministro do Ambiente, Jorge Moreira da Silva, avançou apenas que este processo está a ser "muito competitivo", mas sem querer avançar nomes. A família Soares dos Santos e a Mundo Aquático (empresa que gere o Zoomarine no Algarve) já demonstraram publicamente o seu interesse.

 

No Orçamento do Estado para 2015, o Executivo previa encaixar 40 milhões com a concessão do mesmo a privados.

No ano passado, o Oceanário de Lisboa registou quase 987 mil visitantes, um crescimento de 7%. Desde a sua abertura, já se atingiu a fasquia dos 18 milhões de visitantes.




A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Carlos Vieira 30.05.2015

se dá lucro não poder ser estatal. so empresas que dao rombos enormes no orçamento de estado é que podem ser estatais (tais como a cp). sao as novas teorias da economia moderna (curso da lusíada para burros velhos). é privatizar as empresas que dão lucro e ir aos mercados buscar dívidas.

Anónimo 29.05.2015

Por isso o vão entregar aos privados. Tudo que dá lucro ao Estado é entregue por este governo ao setor privado.No caso de não darem o lucro esperado , existem as compensações pagas por todos nós. Espero que um dia esta gente seja responsabilizada pelos prejuízos que tem dado ao País

voto no arco acabou 29.05.2015

`Por isso o laranjal o vende,se desse prejuízo ficava para o estado,o governo porta-se como uma agência de vendas daquilo que pertence ao seu povo,mas por isso vou ajudar a correr com eles com voto na CDU,aqui no norte vão levar uma grande derrota.

Joao Antonio Camoes 29.05.2015

há que privatizá-lo já....

ver mais comentários
pub