Turismo & Lazer OMT: Portugal está a tornar o Turismo num "pilar de crescimento socioeconómico"

OMT: Portugal está a tornar o Turismo num "pilar de crescimento socioeconómico"

O secretário geral da Organização Mundial do Turismo (OMT), Taleb Rifai, elogiou Portugal por estar a tornar o turismo num pilar de crescimento socioeconómico e saudou o exemplo do programa Revive, ao possibilitar a preservação de património.
OMT: Portugal está a tornar o Turismo num "pilar de crescimento socioeconómico"
Bruno Simão/Negócios
Lusa 31 de maio de 2017 às 11:00
Em declarações à agência Lusa na véspera da Conferência Turismo Sustentável GPA 2017, que decorre em Évora, o responsável notou como "Portugal está a demonstrar o seu compromisso com os objectivos de tornar o Turismo num pilar de crescimento socioeconómico enquanto promove e protege a herança cultural e natural".

No âmbito do Turismo, Portugal está ainda a levar "empregos e novas oportunidades para todas as regiões do país", assim como é um dos poucos exemplos de autoridades que publicam relatórios sobre o desempenho ambiental do sector do alojamento.

"Também fiquei muito impressionado com o programa Revive (concessão a privados para desenvolvimento de projectos), que torna o Turismo numa forma de preservar o património cultural", afirmou Taleb Rifai, que também quis elogiar o apoio do país à inovação e à tecnologia no sector.

O responsável reafirmou que o "crescimento [no sector] não é o inimigo".

"O importante é a forma como se gere o crescimento e se usam os recursos gerados pelo crescimento", argumentou ainda o responsável, para quem é importante reinvestir as receitas do Turismo, nomeadamente na conservação do património, uma "herança que muitas vezes não poderia ser sustentada sem esses recursos".

Face a números como 1,2 milhões de turistas em 2016, o peso de 7% do Turismo no comércio global, de 10% na riqueza gerada globalmente, e o facto de o sector ser responsável por um emprego em cada 10 em todo o mundo, as Nações Unidas decidiram proclamar 2017 como o Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento.

"Reconhecendo o potencial que o sector tem para contribuir para o crescimento económico, inclusão social, preservação natural e cultural e melhor compreensão entre as várias culturas", referiu o secretário-geral da Organização Mundial do Turismo, Taleb Rifai, acrescentando que o mote lançado a todos os trabalhadores é: "viajar, aproveitar e respeitar".

Assim, segundo o responsável da OMT, cada turista poderá transformar-se num embaixador da sustentabilidade.

Na quinta-feira, estará em Évora Cordula Wohlmuther, Coordenadora do Ano Internacional para o Turismo Sustentável para o Desenvolvimento e Relações Institucionais e Mobilização da OMT, Doug Lansky, "globetrotter" (viajante), e Ioannis Pappas, membro do Conselho Directivo e representante do Conselho do Turismo Global Sustentável.

Nesta conferência sobre Turismo Sustentável será debatida a sustentabilidade dos destinos e apresentados casos nacionais de sucesso.



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub