Empresas Orey Antunes já não vende sociedade financeira de crédito ao Domusvenda

Orey Antunes já não vende sociedade financeira de crédito ao Domusvenda

A empresa liderada por Duarte d’Orey informou esta noite sobre a não concretização do acordo com o grupo Domusvenda para a venda da sociedade financeira de crédito.
Orey Antunes já não vende sociedade financeira de crédito ao Domusvenda
Miguel Baltazar
Negócios 27 de Outubro de 2016 às 00:55

"A sociedade comercial Orey Antunes, S.A. informa que a transacção prevista no acordo celebrado com o Grupo Domusvenda, e anunciada em 25 de Fevereiro de 2016, não será concretizada", sublinha a empresa em comunicado enviado esta noite à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

 

 

A realização desta transacção estava sujeita à verificação de um conjunto de condições precedentes que não se verificaram no prazo estabelecido, explica o mesmo documento. "Consequentemente foram revertidos os efeitos produzidos por esta transacção, anteriormente anunciados", acrescenta a sociedade liderada por Duarte d'Orey (na foto).

 

 

No passado dia 25 de Fevereiro a Orey Antunes  disse ter chegado a acordo com o Domusvenda para vender a sociedade financeira de crédito, passando a actividade actual da Orey Financial a ser realizada por uma sociedade financeira de corretagem.


Nesse mesmo documento, explicava que o acordo "constitui mais um passo na implementação do plano estratégico do Grupo Orey, o qual prevê que parte das operações da Orey Financial sejam suportadas pela plataforma tecnológica do Banco Inversis". "Possibilita-se assim maior extracção de sinergias resultantes da recente aquisição da participação de 49,99% do Grupo Orey do Banco Inversis", acrescentava.

 

 

O valor do negócio estava situado entre os 7,5 e os 8 milhões de euros, dependendo das condições finais da sua concretização, sublinhou na altura a empresa. Como princípio de pagamento, a Orey Antunes recebeu 4,11 milhões de euros, tendo a Orey Financial adquirido uma carteira de crédito pelo mesmo valor, dizia ainda o comunicado.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub