Banca & Finanças Os argumentos do fundo de pensões do Novo Banco
Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium Se já é assinante, faça LOGIN

Os argumentos do fundo de pensões do Novo Banco

Os limites previstos na lei são o principal argumento para o Novo Banco avançar para tribunal para cortar as pensões dos antigos administradores. Mas são apontadas outras razões. Perceba quais.
Os argumentos do fundo de pensões do Novo Banco
Bruno Simão
Maria João Gago 17 de setembro de 2017 às 23:19

Lei das sociedades impõe limites
O Código das Sociedades Comerciais estipula que os bancos podem "atribuir aos administradores complementos de pensões de reforma, contanto que não seja excedida a remuneraç)

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 22:00
Saiba mais
pub